Cuidado: a forma como você se protege do sol pode estar errada

Quando se trata de exposição ao sol, todo cuidado é pouco

Na praia, você nunca se esquece do protetor ou passa a maior parte do tempo à sombra? Boa, garota! Mas, apesar de estar no caminho certo, sua saúde ainda corre perigo de sofrer com o câncer de pele, responsável por 30% dos tumores malignos no Brasil.

Um artigo publicado no periódico americano JAMA Dermatology apontou que tanto o grupo de voluntários que permaneceram três horas e meia na praia debaixo do guarda-sol quanto quem aplicou protetor FPS 100 não ficaram ilesos à vermelhidão.

Leia mais: Como escolher o melhor protetor solar para você

O perigo maior apareceu no primeiro time: 78% tiveram queimaduras, já que os raios podem ultrapassar o material do acessório, além de atingir a pele via reflexo na areia. Entre aqueles que usaram protetor solar, o número ficou em 25%. “Por isso é importante se proteger também com roupas e chapéus de tecido que bloqueie os raios UVA e UVB, causadores do envelhecimento precoce e do câncer de pele”, alerta o dermatologista Murilo Drummond, do Rio de Janeiro.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s