Sophia Abrahão: “Vestia 2 calças e 5 sutiãs para ganhar curvas”

A cantora – para citar apenas um de seus talentos – conta como aprendeu a amar seu corpo e detalhes sobre a sua rotina de treinos

Indicada neste ano ao Grammy Latino como Artista Revelação, Sophia Abrahão surpreende pela extensa lista de habilidades: atriz, cantora, DJ, compositora, modelo, digital influencer e, agora, aprendiz de bailarina. Uma das favoritas ao título da nova temporada do quadro Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão, da Rede Globo, a jovem de 25 anos confessa que escondia o corpo na adolescência por se achar magra demais e que, até hoje, não se sente tão confortável com um biquíni. “Costumava vestir duas calças para ficar com as pernas mais grossas. Depois que comecei a trabalhar, entendi que essa encanação com a estética não era tão importante quanto meus sonhos e minhas conquistas”, diz. A seguir, Sophia conta como mantém sua rotina saudável e mostra por que, mesmo sendo bem branquinha, tem tudo a ver com o verão brasileiro.

Como era a relação com seu corpo na adolescência?
Olha, eu sempre fui bem magra, daquelas garotas que não têm peito nem bumbum. Estava bem longe do padrão de beleza de que os meninos gostavam e, por isso, eles costumavam me ignorar – e até fazer bullying. Minha autoestima era bem baixa. Evitava mostrar as pernas e até já cheguei a usar duas calças e cinco sutiãs para dar mais volume às curvas, que não existiam. [risos] Acho que esse drama se reflete até hoje em mim, às vezes me sinto estranha colocando biquíni.

Ainda se sente desconfortável com seu corpo?
Não é bem assim. Depois que comecei a trabalhar como modelo, percebi que estava tudo certo comigo. Passei a me sentir bonita. Acredito que ter sucesso na profissão, em qualquer área, traz mais confiança. É como se você se sentisse mais atuante, mais capaz. Aí, as encanações bobas com o corpo começam a cair por terra. Foi como se eu tivesse encontrado meu lugar no mundo.

Você passa essa mensagem aos seus fãs?
Com certeza. Muitas garotas novinhas me têm como referência e eu preciso falar que a vida não é apenas um conto de fadas. A gente mostra ao mundo a parte boa do dia a dia: o top suado, a sobremesa com calda de chocolate, o gato que namoramos… Só que eu também sofro, tenho minhas dúvidas e não estou 100% feliz com meu corpo. Não podemos viver querendo a barriga tanquinho do Instagram. Acho importante ter referências para não se acomodar, mas não é porque outra pessoa ostenta uma barriga sarada que ela é mais bonita ou melhor do que você.

E você deseja ter um tanquinho?
De jeito nenhum. Malho para ganhar definição, mas sem aumentar o tamanho dos músculos, porque não combina com meu shape. Busco muito mais qualidade de vida e saúde do que estética. Como são seus treinos? Há dois meses, estou fazendo acompanhamento com um coach online, que monta meus treinos e meu cardápio. A cada 15 dias, eu mando fotos de frente, de lado e de costas para ele avaliar as mudanças e adaptar os exercícios de acordo com meu objetivo. Agora, por exemplo, faço musculação, de três a quatro vezes por semana, com muitas repetições e pouca carga.

Já percebeu alguma transformação?
Sim, principalmente nos braços, no peitoral e nas costas. A dança também modificou meu corpo. Já sequei 3 quilos desde o início da disputa, sendo que perder peso nem é meu objetivo. Até tive que reforçar o cardápio para não deixar a imunidade cair. Agora, não posso ficar doente de jeito nenhum.

Como são seus ensaios para a Dança dos Famosos?
Uma loucura! Eu e o Rodrigo [Oliveira, professor de Sophia no quadro] nos encontramos de terça-feira a sábado por duas horas diárias. Parece muito, mas é pouquíssimo tempo para aprender uma nova coreografia direitinho. Ainda mais para mim, que nunca havia feito dança de salão.

Mas você tinha experiência desde o grupo Rebeldes… Sim!
Nos meus shows atuais, também costumo dançar. Mas é diferente quando você precisa estar sincronizada com outra pessoa. Sem contar que nunca havia vivenciado essa rotina de bailarina. A cada semana, é um ritmo completamente diferente. É um superdesafio, mas eu adoro! Não me lembro de ficar tão ansiosa como fico antes de entrar no palco. Rola um medinho de dar um branco ao vivo para todo o Brasil.

E você gosta do resultado?
A sensação de prazer quando termina a dança é a melhor do mundo! Até minha autoestima mudou. Como escondia meu corpo durante a adolescência, não sabia ser sensual nem fazia ideia de como seria um olhar 43. Brinco que todos os meus namoros nunca começaram na balada, mas só depois de uma amizade [Sophia está há quase dois anos com o ator Sergio Malheiros, que conheceu durante as gravações da novela Alto Astral e com quem pensa em se casar em breve]. A dança me trouxe essa capacidade de conseguir entrar em uma sala cruzando as pernas, sabe?

Com tantos ensaios, sobra tempo para outros exercícios?
Sempre encontro um espaço para correr. É libertador para mim! Não preciso de nada para acelerar, só do meu corpo. É o momento em que me desconecto de tudo e me concentro em mim, penso nos meus objetivos.

E você corre muitos quilômetros?
Às vezes, faço tiros mais curtos intercalados com caminhadas. Outras, prefiro trotar por um período maior. Mas sempre corro ouvindo música. Tenho uma playlist com rap, pop e rock e até tiro inspiração dela – da letra, da melodia ou até mesmo da capa do álbum. Minha única preocupação é não exagerar, porque já machuquei meu joelho uma vez por não ter prestado atenção no meu cansaço. Por isso, também gosto do pilates, que me ajudou a ter mais consciência corporal, além de melhorar o alongamento e o controle da respiração, fundamental para o canto.

Como é sua relação com a comida?
Sou daquelas pessoas que ficam extremamente mal-humoradas quando estão com fome. Minha alimentação se baseia em proteínas (carne vermelha e peixes), legumes, muita salada e um pouco de carboidrato (como purê de batata-baroa). Tento comprar ingredientes os mais naturais possíveis, mas, com a correria do dia a dia, nem sempre como em casa. E doces? Sabe que não sou tão louca por chocolate?! Meu problema é com frituras e gorduras. Adoro um hambúrguer! Para controlar a gula durante a tarde, levo barrinhas de cereal sempre na bolsa. Você é bem branquinha.

Como cuida da pele?
Praticamente não tomo sol. Mesmo assim, uso protetor solar, inclusive nas mãos, que envelhecem e mancham muito cedo. De resto, meu maior cuidado é limpar o rosto à noite, já que estou sempre de maquiagem durante o dia. Lavo, faço esfoliação uma vez por semana, passo tônico e hidrato. De manhã, não tenho nenhum ritual porque prefiro ficar dormindo. [risos] Você gosta de mudanças, né? Inclusive no cabelo… Agora não pretendo mexer nele até o final do ano. Para recuperá-lo da química que havia feito, continuo hidratando toda semana durante o banho. Adoro a cor natural e o comprimento, que é hiperprático. Dá vontade de nunca mais deixar crescer, mas dependo das personagens das novelas. E sou geminiana, detesto cair na rotina. Enjoo da minha cara, e o cabelo é a maneira mais fácil de me renovar.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s