Publicidade
• Nesta edição
• Edições anteriores
• Receba a newsletter
home / comportamento /

saúde da mulher

Assine o RSS de Comportamento

Acabe com a prisão de ventre

Não aguenta mais a prisão de ventre? BOA FORMA dá dicas para você acabar com esse problema

Por Marjorie Umeda

Mão na barriga

Leia também

Você deve desconfiar que não é a única mulher da face da terra que já ficou um, dois, três, ou até mais dias sem ir ao banheiro. Certamente tem uma irmã, prima ou amiga que também passa dias nessa situação. As mulheres são mesmo as maiores vítimas da prisão de ventre, como provam as estatísticas. “De cada cinco jovens que sofrem com o problema, quatro são mulheres”, conta Frederico Magalhães, gastroenterologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Essa pole position pouco glamourosa pertence às garotas por uma associação de fatores. “A prisão de ventre tem a ver com a constituição do corpo feminino, a ação dos hormônios, a ingestão de anticoncepcional – que altera a flora intestinal – mas, também, com a vergonha que as garotas sentem para ir ao banheiro”, diz Frederico. Isso explica por que, às vezes, seu intestino para de funcionar quando você viaja para a praia ou dorme na casa do namorado.

É fácil entender como a timidez pode interferir em um processo tão delicado. Quando aparece aquela vontade de ir ao banheiro, que os médicos chamam de onda peristáltica, é porque as fezes estão prontas para sair. Ao segurar essa vontade (ou porque você está no trabalho e detesta usar o banheiro de lá, ou porque não quer dar bandeira em um lugar desconhecido), você interrompe o processo. A onda passa e só deve aparecer de novo no dia seguinte. O problema cresce porque, depois de dois dias, as fezes já estão ressecadas e, portanto, mais difíceis de sair.

Antes de se sentir a grande vítima, porém, é bom entender o que os médicos consideram como prisão de ventre. O assunto provoca uma boa discussão, uma vez que mesmo entre eles não há um consenso sobre quantos dias de atraso confirmam o problema. Enquanto alguns dizem que o intestino normal deve funcionar de duas a três vezes ao dia, como nos bebezinhos ou nos animais, outros alegam que ir ao banheiro até uma vez a cada dois dias está dentro da normalidade. A melhor maneira de sair desse impasse é recorrer ao bom senso. Tem gente que fica dois dias sem ir ao banheiro e se sente bem disposta. Para outras garotas, um dia de atraso representa um martírio: elas sentem o abdômen inchado, mal-estar e até a pele fica um pouco esquisita. “Fique atenta à periodicidade e à consistência das fezes. Se você sempre vai ao banheiro uma vez a cada dois dias, esse é o seu padrão, portanto, só se preocupe caso o ritmo mude. Quanto à consistência, se as fezes são ressecadas e causam desconforto ao sair, mesmo que saiam diariamente, existe um quadro de prisão de ventre”, diz Alex Botsaris, médico especializado em acupuntura e medicina chinesa.

Fotos Mari Queiroz

Continue Lendo
 
Busca BOA FORMA
FITNESS DIETA RECEITA
publicidade  |  Anuncie
 
publicidade  |  Anuncie