Publicidade
• Nesta edição
• Edições anteriores
• Receba a newsletter
home / comportamento /

saúde da mulher

Assine o RSS de Comportamento

Endometriose: inimiga misteriosa

A doença é silenciosa e pode até acabar com o sonho da maternidade

Por Deise Coelho

Cleo Pires

Leia também

Fique ligada

O período menstrual sempre foi uma tortura para a paulista Cássia Ribeiro, de 37 anos. “Passava tão mal com as cólicas que não conseguia sair da cama. Cheguei a faltar muitas vezes no trabalho”, conta. Diante do desconforto, seu ginecologista investigou o problema e detectou a doença em estágio inicial. Já a paulista Márcia Neves, de 33 anos, nunca se queixou das dores mensais para o seu ginecologista. “Sentia uma dorzinha no primeiro dia da menstruação, mas achava normal”, lembra. Depois de varias tentativas fracassadas para engravidar, veio a surpresa: endometriose severa. Os órgãos internos de Márcia, como ovário, trompas e intestinos, estavam com aderência e com a funcionalidade comprometida.

Assim como Cássia e Márcia, cerca de 6 milhões de brasileiras possuem o problema, que pode apresentar tanto dores alarmantes como ser silencioso. Segundo o professor Cláudio Crispi, especialista em endometriose e coordenador do Serviço de Endoscopia Ginecológica do Instituto Fernandez Figueira/Fiocrux, a doença é conhecida há muitos anos, mas a grande dificuldade sempre foi obter o seu diagnóstico correto. Normalmente, a mulher descobre o problema 10 anos depois, já em estágio avançado. Esse é o maior drama, pois a pior consequência é a infertilidade,que muitas vezes acaba com o sonho da maternidade.

Quer motivos maiores para ficar atenta? Saiba mais sobre o assunto e fique esperta aos sinais do seu corpo.

Continue Lendo
 
Busca BOA FORMA
FITNESS DIETA RECEITA
publicidade  |  Anuncie
 
publicidade  |  Anuncie
 

Rede MdeMulher
Publicidade