Publicidade
• Nesta edição
• Edições anteriores
• Receba a newsletter
home / comportamento /

sexo & paquera

Assine o RSS de Comportamento

4 mentiras sobre o relacionamento

Tem gente que ainda acredita que eles morrem de medo de mulheres bem resolvidas ou ficam com o pé atrás se você faz tudo o que tem vontade na cama. A gente prefere duvidar - e escutar o que os homens dizem a respeito dessas e de outras ideias que já foram aceitas como verdade um dia, mas (ainda bem!) estão caindo por terra

Por Rita Trevisan e Louise Vernier

casal

Alguém, algum dia, nos fez crer que transar no primeiro encontro é a senha para enterrar as chances de conquistar um pretendente que acabou de conhecer. Ou que os rapazes fogem de garotas cheias de atitude. Só que o mundo mudou e os homens de hoje não são como os do passado - nem as mulheres, aliás. Catalogar as pessoas pelo comportamento, a roupa ou a bebida que pedem na balada é certeza de frustração. Assim como classificar as atitudes masculinas e femininas como certas ou erradas e se fechar para surpresas na hora da conquista. É hora de rever nossos conceitos sobre o que queremos de um parceiro e o que achamos que eles esperam da gente. E de ser feliz!

1. O MITO - Você tem que ser difícil para ele se apaixonar

A VERDADE - Um pouco de insegurança e curiosidade no momento da conquista é o combustível para o interesse do pretendente. Mas exagerar no joguinho amoroso em vez de mostrar o que você deseja pode colocá-la em desvantagem. "No início de um romance, o homem pode interpretar a recusa como desinteresse, afinal, o casal ainda não se conhece bem", fala Ailton Amélio da Silva, psicólogo e professor do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP). "Agindo assim - deixando de ligar e de aceitar os convites só para se fazer de difícil -, a mulher quebra uma das regras mais importantes da conquista, que é alimentar a expectativa do outro. Basta o homem desconfiar que pode levar uma fora para desistir", completa. Além do mais, um cara inteligente percebe quando você está fazendo teatro em vez de agir com naturalidade. "Não há nada de errado com a mulher que toma a iniciativa. Mas faça isso com sutileza, dando um passo de cada vez e permitindo que o outro também tenha espaço para se expressar. Esse equilíbrio é que deixa a relação gostosa", explica Margareth dos Reis, psicóloga e terapeuta de casais do Instituto H. Ellis, em São Paulo.

O QUE ELES DIZEM - "Se a mulher é alegre, espontânea e parceira, o fato de ela estar disponível para sair logo de cara ou até de tomar a iniciativa fica em segundo plano. Não é se fazendo de difícil que ela vai atiçar a nossa vontade. Pelo contrário: isso pode até nos desestimular e fazer que com que a gente vá atrás de outras oportunidades." Ruslan Stuchi, 27 anos, advogado

2. O MITO - Garotas que tomam a iniciativa não são levadas a sério


A VERDADE - É matemático: as mulheres que sabem se insinuar e são diretas na abordagem têm mais chance de conhecer parceiros e engatar um namoro. No entanto, tudo depende de como você faz isso, é claro. "O segredo é que a garota deixe o homem participar da conquista também", conta Ailton Amélio. Ele dá um exemplo: quando você diz que quer muito assistir àquela estreia no cinema, mas que suas amigas já foram, está deixando a coisa no ar até que o rapaz ofereça companhia. "Ele fica com a impressão de que foi ele quem deu o primeiro passo, mas foi você que tomou a iniciativa sem ele perceber", fala o psicólogo. Outra abordagem sutil para demonstrar que está interessada no mocinho está ao alcance do olhar: mire fixamente no seu alvo por três segundos, o suficiente para dar o seu recado sem dizer uma palavra. Esforço mínimo com efeito e atitude máximos.

O QUE ELES DIZEM - "Ser convidado para sair assim, na lata, não é a melhor abordagem, mas todo homem gosta de receber uma cantada inteligente. Se a mulher se aproxima e, depois de um pouco de conversa, arrisca o xaveco, também pode causar impacto positivo. Fazendo isso, ela mostra que quer conhecer o cara. Não tem nada de errado nisso." Pablo Assolini, 34 anos, empresário

3. O MITO - Eles separam as mulheres em dois grupos: para se divertir e para casar

A VERDADE - A tendência para rotular um novo parceiro como "para ser levado a sério" ou "só para curtir" se aplica a homens e mulheres, afinal, no início apenas fazemos uma ideia de quem ele é. A questão é que, à medida que o envolvimento avança, tudo pode mudar. "O casal pode descobrir afinidades que vão sustentar uma relação. O comportamento no dia a dia vai substituir as ideias pré-concebidas sobre cada parceiro e permitir que se crie uma imagem mais real de quem o outro é", fala Margareth dos Reis. Ou seja, uma transa casual pode, sim, se transformar em uma história de amor, por que não? Tudo depende de você dá continuidade ao affair. Os especialistas avisam: embora seja típico dos homens evitar mulheres capazes de deixá-los completamente inseguros, a ideia de que eles preferem as certinhas ou as submissas nunca foi tão sem fundamento. "Eles não querem as extremamente comportadas, que fazem de tudo para agradar. Preferem as autênticas, ativas, que conversam de igual para igual e os ajudam a expandir seus horizontes", garante Ailton Amélio. Em outras palavras: eles buscam uma para curtir e para casar.

O QUE ELES DIZEM - "A ideia de que queremos uma mulher ‘para casar’ e que ela tem que viver para cuidar do lar e da família é falsa. Queremos uma companheira, mas alguém que também seja divertida, que curta junto e que faça valer suas vontades. O homem até pode ter uma ideia pré-concebida sobre a garota, mas vai descobrir com o tempo se o que sente é verdadeiro." Rafael Toth, 24 anos, publicitário

4. O MITO - Homens têm medo de mulheres bem resolvidas


A VERDADE - A ideia de que eles se sentem ofuscados pelo sucesso da companheira não condiz com o comportamento de boa parte dos caras modernos - bem, pelo menos daqueles com quem a gente está a fim de se relacionar. Afinal, eles também querem um par de bem com a própria vida: que tenha um emprego bacana, uma família e amigos legais e autoconfiança em dia para fazer o que tem vontade no sexo. "As pesquisas mostram que o homem de hoje admira a mulher que se gosta e corre atrás dos seus sonhos. Eles descobriram que é muito mais difícil manter uma relação saudável com uma mulher que não está satisfeita consigo mesma profissional e pessoalmente", fala Ailton Amélio. Mas vá com calma quando o dinheiro entrar na jogada. "Quando você ganha melhor ou ocupa um cargo mais importante do que o seu companheiro, é importante que os dois se esforcem para não entrar em uma disputa dentro do relacionamento", avisa a consultora de relacionamentos Regina Vaz, de São Paulo. "Se não se enxergarem como parceiros, a relação não resistirá."


O QUE ELES DIZEM - "A mulher que está de bem consigo mesma fica mais bonita, interessante e pronta para trazer coisas novas para a relação. Não importa se ela ganha melhor ou manda mais no trabalho. Se o casal sabe aproveitar junto os benefícios que a posição dela proporciona, ótimo. Fora que, como não é do tipo que fica em um namoro se não está feliz, desafia o homem a estimulá-la sempre." Carlos Klein, 32 anos, personal trainer

Continue Lendo
 
Busca BOA FORMA
FITNESS DIETA RECEITA
publicidade  |  Anuncie
 
publicidade  |  Anuncie
 

Rede MdeMulher
Publicidade