7 ingredientes que serão tendência no verão

Tivemos acesso com exclusividade a um relatório que aponta os alimentos e as combinações que vão vir com tudo na estação mais quente do ano

Se você é uma pessoa antenada em tudo o que está bombando no momento e adora cozinhar, vai gostar de saber que acaba de ser divulgado um relatório com os ingredientes que prometem vir com tudo no verão 2017 – e nós tivemos acesso a ele com exclusividade. O documento foi elaborado pela WGSN, empresa líder em previsão de tendências, e traz os sabores, alimentos e combinações que vão marcar presença em receitas e restaurantes na estação mais quente do ano.

Selecionamos alguns dos itens que são destaques no relatório. Saiba quais são eles, suas características e como incluí-los na dieta.

Leia também: 5 alimentos funcionais que você deve incluir no seu prato no verão

1. Jaca

Jaca

A jaca é muito versátil (vm2002/Thinkstock/Getty Images)

Ela faz parte daquele grupo de alimentos que ou você ama ou odeia. Sua turma é dos que torcem o nariz para essa fruta? Talvez seja hora de reconsiderar sua opinião. Nativa do Sudeste da Ásia, a jaca é fonte de vitamina C, vitamina B6 e de minerais como potássio e magnésio. Além disso, ela é muito versátil: madura, tem um sabor semelhante ao da maçã e do abacaxi, por exemplo; já quando está verde, tem um gosto parecido com o do frango, o que a torna um ingrediente perfeito para substituir a carne em preparações vegetarianas.

Vai bem com: amadurecida, a jaca é ótima com frutas, lácteos e em sobremesas; se ainda não chegou no ponto, pode entrar em pratos salgados – como moqueca e fricassé – no lugar da proteína animal.

Em quais preparações usar: sucos, sorvetes, cremes, chips, curries, farinhas.

2. Mamão verde

Mamão verde

O mamão verde tem sabor suave (Nikonlike/Thinkstock/Getty Images)

Essa versão da fruta é bastante comum no Sudeste Asiático e na China. Quando madura, ela é crocante e tem um sabor suave, que se assemelha ao do pepino. Por ser mais neutro, esse tipo de mamão vai muito bem com pratos apimentados.

Vai bem com: limão, alho, molho de peixe e pimenta chilli.

Em quais preparações usar: saladas, sanduíches, sopas e peixes.

3. Chimichurri

Chimichurri

O chimichurri é o acompanhamento perfeito para carnes (bhofack2/Thinkstock/Getty Images)

Esse tempero típico da Argentina é feito com salsinha, alho, óleo vegetal, orégano e vinagre branco. Mas algumas versões podem incluir também páprica, cominho, limão, tomate e até pimentão. A tradição é servi-lo com carnes assadas, nas famosas parrillas.

Vai bem com: cordeiro, carnes, aves, camarões, raízes, polenta, ovos.

Em quais preparações usar: marinadas, molhos e guarnições em geral.

4. Pó de mostarda

Semente de mostarda

É da semente de mostarda que vem o pó (HeikeKampe/Thinkstock/Getty Images)

Ele é feito a partir de sementes de mostarda moídas. Sozinho, o pó não tem gosto – daí porque é preciso misturá-lo na água. Assim, ele libera óleos essenciais que tornam o alimento mais agradável ao paladar.

Vai bem com: espinafre, abacate, ervilha, peixe defumado, beterraba e picles.

Em quais preparações usar: molhos, temperos, crostas e cozidos.

Saiba mais: Mostarda: sabor que vai do suave ao picante dá personalidade aos pratos

5. Ruibarbo

Ruibarbo

O ruibarbo pode aparecer em sobremesas (noonika/Thinkstock/Getty Images)

Essa planta de talo avermelhado é originária da Ásia, mas faz sucesso em países da Europa. O ruibarbo costuma ser preparado como fruta, em pratos doces. Consumido cru, ele tem textura crocante e um sabor forte.

Vai bem com: morango, mel, baunilha, amêndoa, coco, gengibre.

Em quais preparações usar: assados, sobremesas, drinques, saladas e ensopados.

6. Pistache

Pistache

O pistache pode ser consumido cru, assado ou salteado (NatashaBreen/Thinkstock/Getty Images)

Ele faz parte da família das nuts e vem lá do Oriente Médio. A oleaginosa verdinha pode ser consumida crua, assada ou salteada e cai superbem em receitas doces e salgadas.

Vai bem com: hortelã, queijos, limão, cranberry, mel, cardamomo.

Em quais preparações usar: assados, saladas e guarnições em geral.

7. Água de rosas

Bala de água de rosas

A água de rosas tem sabor doce e floral (simonidadjordjevic/Thinkstock/Getty Images)

Feito com pétalas de rosas e vapor d’água, esse líquido tem propriedades anti-inflamatórias e antibióticas. A água dessa flor é muito usada na culinária do Oriente Médio e está ganhando espaço nos Estados Unidos. O sabor e o aroma são doces e florais.

Vai bem com: lácteos, frutas vermelhas, sorvetes, pudins, cenouras, castanhas, coco e ingredientes cítricos.

Em quais preparações usar: cozidos, temperos, massas, assados, drinques e compotas.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s