Dona de casa emagrece 42 kg em cinco meses só com caminhada

Lorena Yamada trocou o conformismo por motivação e longas caminhadas que transformaram seu corpo

“Criança gordinha, adolescente acima do peso, adulta obesa. Não tem jeito, se a gente não quebrar logo cedo essa rotina de sedentarismo e péssimas escolhas no prato, o destino parece ser quase sempre o mesmo. Por isso, abro um sorriso sempre que minha filha de 5 anos prefere comer brócolis a batata frita. É verdade. Ela e meu filho, de 9 anos, muitas vezes optam por suco em vez de refrigerante. Isso é reflexo das escolhas que eu e meu marido fazemos em casa. Bem diferente de antigamente, quando eu não tinha fôlego nem para levar as crianças ao parque: ficávamos no sofá assistindo a TV durante toda a tarde.

Imagine só… E isso porque eu sempre sofri bullying na infância por não conseguir brincar com as outras meninas (nem amarelinha dava para pular!). Eu deveria ser a primeira a incentivar que meus filhos fossem mais ativos, né? Mas isso demorou para acontecer. Entrava em dietas malucas apenas com salada e legumes e acabava ficando sem energia. Até já tinha me convencido de que só a cirurgia de redução do estômago poderia resolver meu problema. Mas tudo mudou durante uma tarde de compras, quando decidi que não iria mais sofrer para encontrar roupas do meu tamanho – vestia 56.

Antes e depois Eu COnsegui

O primeiro passo foi organizar a lista do supermercado para substituir os ingredientes usados na cozinha. Farinha, pão e macarrão foram trocados pelas opções integrais. O açúcar deu lugar ao adoçante e a fritura perdeu espaço no jantar. Mudanças que eu já sabia que deveriam acontecer, mas que adiava por preguiça de pensar de outro modo. Tudo o que é cômodo é mais fácil… Tanto que no meu armário só havia leggings, vestidos e peças com Lycra que me ajudavam a acreditar que não estava acima do peso (mesmo atingindo 107 quilos!)

Só de fazer essas trocas e começar a caminhar na esteira do meu prédio, perdi 42 quilos em cinco meses. Sim, apenas andando! Assim como na alimentação, o exercício tem que entrar na rotina de forma prazerosa – com um pouquinho de sacrifício, claro – e gradativa. Comecei reservando 30 minutos por dia, de domingo a domingo, para a esteira. Durante esse tempo, aproveitava para pensar nas minhas obrigações e no que tinha que fazer nas semanas seguintes. Ou seja, em vez de ficar viajando durante o comercial da novela, eu colocava a mente e o corpo para se mexer, de uma vez só. Bônus por dentro e por fora.

Veja também: Esta mulher emagreceu 40 Kg em 1 ano e meio com dieta sem glúten e lactose e exercícios funcionais

Em alguns meses, já caminhava duas horas sem parar. Então, entrei em uma academia para ter acompanhamento de um profissional. Lá, conheci mulheres que estavam enfrentando desafios parecidos com os meus. A gente saía para andar na rua e conversar sobre família, trabalho e rotina. Hoje, até chego mais cedo (às 7h20 da manhã) para fofocar antes do treino de musculação. Ter companhia faz muita diferença. Juntas, tomamos gosto pela corrida. Não me esqueço de quando cruzei a primeira linha de chegada; já estava pensando em qual seria a prova seguinte. A adrenalina e a sensação de liberdade provocam uma felicidade única. Por isso, não deixo de correr uma vez por semana.

Agora, meu objetivo é ganhar massa magra – com a ajuda de uma nutricionista, já consegui aumentar 6 quilos de músculo. Outra meta: ter coragem de usar um biquíni. Parece coisa boba, mas demorei para aceitar que havia emagrecido. Só quando comprei a roupa que tinha visto na vitrine me convenci de que meu corpo havia mudado. Hoje, aos 29 anos, já visto saias e shorts e comemoro a modelagem 40. Muito mais que meu shape, meu humor está bem mais leve.”

Três dicas de Lorena para dar o start

1. Faça trocas inteligente
“Canela e geleias ajudam a matar a vontade de chocolates. E com o tempo até os alimentos integrais ficam mais saborosos.”

2. Organize-se
“Planejar as compras e as refeições é essencial para se manter na dieta. Para não cair em tentação, sempre tenho frutas picadas na geladeira.”

3. Procure profissionais
“Contar com um treinador e uma nutricionista faz toda a diferença na hora de personalizar sua rotina saudável. Os resultados aparecem muito mais rápido quando você foca nas suas

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Juliana Oliveira

    Oi gente, gostaria de compartilhar minhas medidas aqui no grupo para a motivação de todas:
    -Peso Antes: 98KG
    -Peso Atual: 62KG
    -Altura: 1,57
    -Objetivo alcançado: 36KG em 6 meses.
    -Método usado foi esse aqui: http://novadietadoandre.com.br/reeducacao-alimentar/

    Curtir

    1. Daniela Bernardi

      Manda sua história pra gente! euconsegui@abril.com.br

      Curtir

  2. Vanessa Russano Ferraz

    Ela não perdeu só com caminhada. Mas com reeducação alimentar, começou com caminhada e aumentou para corrida/academia. Meio exagerada a chamada da materia.

    Curtir