Estratégias para fazer boas escolhas à mesa no fim do ano

Conversamos com uma endocrinologista para saber como aproveitar o Natal, o Ano-Novo e as happy hours sem comprometer a dieta

Juntar a família, reunir os amigos, ganhar presentes… Dezembro é realmente um mês especial. Mas, se você faz parte do time que controla a alimentação para não ganhar quilos a mais, essa época é também um verdadeiro terror. “As pessoas se cuidam o ano inteiro, mas nesse período o apelo para comer é muito grande. E aí, elas param de se controlar”, observa a endocrinologista Alessandra Rascovski, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Não pense que, para evitar cair em tentação, é preciso faltar às celebrações ou fazer a ceia acompanhada apenas da sua marmita e do suco verde. Com planejamento e escolhas corretas, dá para aproveitar a temporada mais festiva do ano sem colocar em risco aquilo por que você tanto batalhou. Confira a seguir algumas estratégias sugeridas por Alessandra Rascovski:

Antes do evento

Faça lanchinhos

Para não chegar à confraternização querendo devorar tudo o que vê pela frente, procure comer em casa. Forrar o estômago com algo que amenize a fome vai impedir você de atacar todas as guloseimas da festa.

Programe o que vai comer e beber

Procure estabelecer quantos pasteizinhos você vai se permitir ingerir ou quais opções do menu natalino vão entrar no seu prato. O mesmo vale para os drinques: defina antes a quantidade de cerveja ou de vinho que você vai bebericar. E está liberado virar uns copos – ou taças – a mais. “Se durante a semana você costuma beber de 2 a 4 doses, nessa época aumente as quantidades para 4 a 6”, recomenda a endocrinologista.

Leia mais: Festas de fim de ano: minimize os efeitos do álcool na dieta

Durante o evento

Amigas bebendo e rindo

(Jacob Ammentorp Lund/Thinkstock/Getty Images)

Prefira drinques com frutas

Por serem fermentadas, bebidas como vinho e cerveja até demoram mais para deixar você bêbada do que as versões destiladas. Só que, como boa parte dessas últimas – caso do saquê, da vodca e do rum – costumam ser consumidas com frutas, esses alimentos ajudam a diluir os líquidos etílicos juntamente com as pedras de gelo.

Beba muita água!

Não importa se você vai tomar poucos drinques ou se a intenção é encher a cara – beba água sempre! Para não ter erro, peça uma garrafinha e vá intercalando com cada latinha ou taça consumida.

Invista em petiscos saudáveis

Se a happy hour ou a ceia vai acontecer num restaurante, fique com opções mais levinhas do cardápio, como as assadas no lugar das frituras, e as que acompanham salada em vez de batatas fritas. Mas, se a celebração rolar na sua casa (e você for a chef), aproveite para servir comidinhas saudáveis. “Pode ser espetinho com tomate-cereja, palitinho de cenoura, biscoitinho de arroz integral com alguma pasta…”, sugere Alessandra.

Confira: Receitas para uma ceia de Natal saudável

Não misture pratos muito gordurosos

São muitas as opções de comidas gostosas (e gordinhas) nos eventos de fim de ano. Resista! “Está liberado comer a farofa e um pedaço de peru, por exemplo. Só não coloque também o tender, a linguiça…”, adverte a médica do Einstein. Até porque, se você não está acostumada a ingerir itens mais gordurosos, há o risco de atrapalhar o ritmo da sua digestão, causando dor de cabeça, náusea e azia.

Preste atenção ao seu corpo

Sentiu que está cheia? Não está a fim de comer ou beber? Respeite esses sinais! Empanturrar-se ou comer sem vontade só vai acrescentar calorias ou até fazer você passar mal.

Depois do evento

Mexa-se

Não teve jeito: você decidiu mesmo ignorar a dieta e jacou de vez. Tudo bem! No dia seguinte, pegue leve. Ao acordar, tome água ou até um pouco de café e exercite-se! “Pode ser um treino intervalado na esteira de 20 a 30 minutos”, propõe Rascovski. Além de liberar as toxinas por meio do suor e queimar as calorias consumidas, a atividade física também vai liberar endorfina – o que aumenta a sensação de bem-estar e dá um chega pra lá na ressaca.

Dê lugar aos alimentos detox

Não se engane: tomar litros de suco verde não vai desfazer os estragos cometidos na noite anterior. Mas alguns alimentos podem, sim, dar uma mãozinha ao fígado no processo de eliminar as toxinas decorrentes dos exageros cometidos à mesa. Brócolis, couve-flor e ingredientes com casca vermelha ou roxa (berinjela, uva, cereja…) estão nessa lista, já que são ricos em nutrientes que estimulam a produção de enzimas responsáveis pela desintoxicação.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s