Elimine 5 quilos em 15 dias com a dieta do chá amarelo

A erva promete ser mais saborosa do que o chá verde

Por Eliane Contreras | Fotos Thinkstock

Depois do chá verde, branco e vermelho, agora é a vez do amarelo fazer parte da sua dieta e acelerar a perda de peso. Assim como os três primeiros, ele é extraído da planta Camellia sinensis - muda apenas a fase da colheita e o tempo de fermentação. O resultado? Uma bebida de coloração amarelada e sabor suave, quase adocicado - ótima notícia, especialmente para quem não se adaptou ao gosto amargo do famoso chá verde.

Originário da China - e novidade no Brasil -, é encontrado, por enquanto, apenas em lojas especializadas, seja na forma de cápsula, a granel ou em pó instantâneo. Mas é provável que, em breve, esteja nos supermercados disputando espaço nas pratelerias com os outros chás da mesma família (que inclui ainda o preto, o mais comum de todos, e o oolong, bastante apreciado pelos japoneses).

Os estudos científicos também estão apenas no começo. Os especialistas, no entanto, acreditam que o chá amarelo preserve os compostos bioativos encontrados naturalmente na planta, principalmente as catequinas - substâncias antioxidantes que garantem ao chás branco e verde (este, sim, estudado exaustivamente) o poder de combater o envelhecimento precoce e queimar os excessos acumulados na cintura. De qualquer maneira, o que a ciência já comprovou é suficiente para você adotá-lo como aliado da dieta.

 

Inimigo das toxinas

Um estudo japonês, feito com todos os tipos de chá da Camellia sinensis e publicado na revista americana Phytotherapy Research, revelou que o chá amarelo tem uma quantidade surpreendente de ácido gálico (três vezes mais que no verde e oito que no branco). "Esse componente protege o fígado dos efeitos nocivos das toxinas, geralmente presentes no ar poluído que respiramos e até na alimentação", diz Ana Luísa Faller, nutricionista funcional da Soul Nutrition Consultoria em Nutrição, no Rio de Janeiro.

Outro benefíco do ácido gálico é estimular a produção das enzimas hepáticas, que colocam as substâncias inimigas para fora. "Acumuladas no organismo, as toxinas causam danos às células e, consequentemente, aumentam a retenção de líquido e dificultam a perda de peso", diz a nutricionista Jaqueline Migon, também da Soul Nutrition. Ou seja, o chá amarelo pode contribuir duplamente para você se livrar das gordurinhas teimosas.

Só um detalhe: assim como outros chás, o amarelo deve ser aliado a uma dieta. Melhor ainda se o cardápio privilegiar alimentos que ajudam a saciar a fome rapidinho, além de estimular o bom funcionamento do intestino e do organismo em geral, como o que as nutricionistas Ana Luísa e Jaqueline criaram especialmente para você. A combinação chá amarelo + dieta vai ajudá-la a emagrecer até 5 quilos em 15 dias. Então, já colocou a chaleira no fogo!?

 

A fórmula ideal

Quanto beber
Para obter os benefícios positivos do chá amarelo, você deve consumir no mínimo quatro copos grandes (cerca de 1 litro) por dia. Impossível? Lembre-se: o sabor é bem mais suave que o verde e, por isso, fica fácil (e agradável) atingir essa medida. O problema é o excesso de cafeína? Ele tem um teor reduzido desse componente e, portanto, oferece menos risco de irritar o estômago ou tirar o sono quando consumido no fim do dia. Mesmo assim, evite o consumo se estiver grávida ou com problemas de estômago.

Coloque a água no fogo, mas não deixe ferver. Assim que surgirem as primeiras bolhinhas, acrescente a erva (1 colher de sobremesa para cada 200 mililitros de água) e desligue o fogo. "A água muito quente degrada os compostos biotivos da erva, diminuindo os efeitos positivos", avisa Ana Luísa, nutricionista da Soul Nutrition, no Rio de Janeiro. Tampe a panela por 5 minutos e coe.

A melhor versão
Sempre que possível, prefira a erva desidratada a granel, própria para infusão. As cápsulas com o extrato de chá amarelo também são poderosas, mas devem ser prescritas pelo seu médico ou nutricionista. Você só encontra o chá em pó instantâneo ou sachê? Escolha uma boa marca e observe no rótulo se a erva é extraída da Camellia sinensis.

Boas combinações
O chá pode ser preparado com ervas aromáticas (hortelã, cidreira, camomila) ou misturado com suco de frutas. Porém, sempre use 1 colher de sobremesa da erva para 1 xícara (200 ml) de água. Se quiser preparar uma quantidade maior de chá, mantenha-o na geladeira no máximo por 12 horas. Quente ou frio, o efeito é o mesmo.

Evite beber o chá logo após as refeições principais (almoço e jantar). As catequinas podem prejudicar a absorção dos minerais, principalmente ferro e cálcio, presentes nos alimentos consumidos. Mas, depois de 30 minutos, o chá fica liberado.

Onde comprar
Por ser novidade, não são muitas as marcas e lojas que têm o chá amarelo à venda. Pelo mesmo motivo, ele ainda pesa no bolso - custa o dobro do chá verde. Mas a tendência é o preço ficar mais atrativo de acordo com a procura. O que você encontra hoje:

Erva a granel

• Chá Amarelo Heberlin, 50 gramas, 34 reais, à venda na loja Jardim do Chá, (54) 3021-3489, Caxias do Sul, site www.jardimdocha.com.br

• Yellow Big Leaf, da Wollenhaupt, 50 gramas, 34 reais, à venda no site www.amigosdocha.com.br

Em pó

• Vitalab Chá Amarelo Solúvel Instantâneo Sabor Maracujá, da Vitahervas, 200 gramas, 24,10 reais, 0800-7726519, site www.vitahervas.com.br

• Chá Amarelo com Hibiscus Instantâneo, da Tiaraju (nos sabores abacaxi, ameixa, laranja ou maracujá), 250 gramas, 18 reais, (55) 3314-7103, Santo Ângelo, site www.tiaraju.com.br

 

Uma planta, seis chás

Todossão derivados das folhas da Camellia sinensis. A diferença está na colheita e na fermentação da erva.

Verde
Não é fermentado. As folhas são cozidas imediatamente após a colheita. Depois, passam por dois outros processos: secagem e queima. Por isso, o sabor é forte.

Branco
As folhas são novas (ainda cobertas por uma penugem esbranquiçada) e minimamente fermentadas. O aroma e o sabor são suaves.

Amarelo
O tempo de fermentação é mais lento do que o do branco. É perfumado e tem sabor delicado.

Oolong
Apesar de também ter coloração amarela, o processo de fermentação é mais longo do que a do chá amarelo.

Vermelho
A coloração avermelhada é resultado do processo de fermentação, parecido com o do oolong. Tem
sabor forte, mas não tão amargo quanto o verde.

Preto
É altamente processado e fermentado, o que diminui a concentração de antioxidantes.

Fonte: Linus Pauling Institute, Oregon, Estados Unidos.

 

Cardápio leve, prático e gostoso + chá amarelo

Combinado a esta dieta de 1200 calorias, o novo chá enxuga os extras rapidinho. Você prefere o chá verde, branco ou vermelho? Sem problemas. Eles podem ser usados no lugar do amarelo

 

Café da manhã


Opção 1: 1 taça de salada de frutas + 1 copo (200 ml) de leite de soja light com 1 col. (sopa) de granola light + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 2: 2 torradas integrais com 2 col. (sobremesa) de queijo cottage e 1 col. (sobremesa) de geleia de morango diet + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 3: 1 pote de iogurte de frutas light + ½ papaia com 1 col. (sopa) de farinha de linhaça e aveia + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 4: 8 morangos + 1 pão árabe pequeno com patê de ricota, cenoura e ervas + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 5: 1 banana picada com ½ xíc. (chá) de mix de aveia, uva-passa, castanha-do-pará + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Lanche da manhã


Opção 1: 1 barra de cereais + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 2: 1 taça de salada de frutas + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 3: 1 pera + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 4: 8 amêndoas + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 5: 1 taça de gelatina diet de frutas preparada com chá amarelo (use o chá no lugar da água) e ½ maçã picada

Almoço


Opção 1: 1 prato (raso) de salada de folhas (alface-americana e crespa) com 1 col. (sobremesa) de molho de iogurte e mostarda + 2 col. (sopa) de arroz integral + ½ concha média de lentilha + 1 pedaço médio de quibe assado

Opção 2: 1 prato (raso) de brócolis e couve-flor cozidos no vapor com 1 col. (sobremesa) de gergelim + 2 col. (sopa) de arroz integral + ½ concha média de feijão + 1 filé de peito de frango grelhado

Opção 3: 1 prato (raso) de salada de cenoura, beterraba, grão-de-bico com 1 col. (sopa) de molho vinagrete + 1 filé de peixe (salmão, badejo, pescada) grelhado com 2 col. (sopa) de mandioquinha cozida

Opção 4: 1 prato (raso) de salada de folhas (alface, rúcula, agrião) com tomate e palmito + 2 pegadores de fusilli (integral, de preferência) com molho de tomate e 2 nós pequenos de mussarela de búfala

Opção 5: 1 prato (fundo) de yakissoba (1 xíc./chá de espaguete - integral, de preferência - com brócolis, couve-flor, cenoura, acelga, broto de feijão e tiras de filé mignon)

Lanche da tarde 1


Opção 1: 1 maçã + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 2: Smoothie: bata ½ manga com ½ copo (100 ml) de leite de soja light, 1 xíc. (200 ml) de chá amarelo, gengibre e gelo a gosto

Opção 3: 1 banana picada com 1 col. (sobremesa) de quinua em flocos + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Opção 4: 1 copo (240 ml) de chá amarelo batido com 1 fatia de melão e ½ copo (100 ml) de água-de-coco

Opção 5: ½ xíc. (chá) de mix de damasco, uva-passa, amêndoa e castanha-do-pará + 1 copo (240 ml) de chá amarelo

Lanche da tarde 2


1 copo (240 ml) de chá amarelo

Jantar


Opção 1: 1 prato (raso) de salada de folhas com 1 col. (sobremesa) de semente de girassol + 1 prato (fundo) de sopa de legumes com cogumelo (veja receita)

Opção 2: 1 prato (raso) de salada de folhas com tomate, cebola e pepino + 2 panquecas de ricota e espinafre com molho de tomate (veja receita)

Opção 3: 1 prato (raso) de salada de folhas com 1 col. (sobremesa) de gergelim + 1 prato (fundo) de canja (feita com peito de frango e arroz - integral, de preferência)

Opção 4: 2 batatas pequenas cozidas + 1 filé de peixe ensopado com tomate, cebola e pimentão + 3 col. (sopa) de panachê de legumes (veja receita)

Opção 5: 1 prato (raso) de folhas verdes + 4 col. (sopa) de risotinho de quinua (veja receita)

 

 

 
Compartilhe
Famosas em Boa Forma
Saiba tudo sobre sua famosa preferida
Rede MdeMulher
Publicidade