Dieta detox do limão: perca até 3 quilos em 15 dias!

Estrelas internacionais viraram fãs dos métodos de limpeza do organismo conhecidos como detox - a palavra-chave desta dieta. Rica em alimentos com o poder de tirar as toxinas de cena (o limão é o principal deles!), ajuda você a perder peso e ganhar energia

Por Eliane Contreras

Livre das toxinas e dos quilinhos extras


Depois de conquistar celebridades como Jennifer Aniston e Beyonce, a dieta detox virou moda nos Estados Unidos. Mas alguns programas são radicais: só permitem ingerir água ou sucos por vários dias. Até emagrecem, mas roubam energia e enfraquecem a saúde. A boa notícia: a dieta detox pode ser baseada em alimentos funcionais - aqueles que, além de nutrir, deixam você mais resistente a doenças e ao envelhecimento. Eles também são capazes de potencializar o fígado numa de suas principais funções: eliminar as toxinas. A partir disso, você fica menos resistente à perda de peso. E ganha outro pique!

Alguns nutricionistas afirmam que o organismo é suficientemente inteligente para se livrar sozinho das impurezas. Outros não discordam, mas defendem que o detox é importante para facilitar o processo de purificação. Principalmente se você costuma consumir fritura, alimentos com gordura trans, superindustrializados ou cultivados com agrotóxicos, fumar e se expor muito ao sol e à poluição. "Esses agentes externos contribuem para o aumento de componentes tóxicos no organismo, que, sobrecarregado, pode não dar conta de todos eles", diz Isabel Jereissati, nutricionista do Spa Casas Brancas, em Búzios. Resultado: células inflamadas. O que vem a seguir? Tudo o que você não quer: resistência baixa, cansaço, pele opaca e peso extra.

As fibras trabalham duro na faxina. Por isso, o cardápio detox é farto em hortaliças, castanhas e sementes. As frutas também são bem-vindas. Mas o limão é o queridinho da dieta. "Apesar do sabor ácido, essa fruta tem ação alcalinizante, o que melhora o funcionamento do organismo como um todo. Além disso, é rico em terpeno - substância que ajuda o fígado a eliminar as toxinas", diz Isabel. Ficam de fora: carne vermelha, açúcar, leite de vaca e derivados e aditivos químicos. Durante o programa, procure ainda evitar pães e biscoitos refinados. Aliás, esses itens podem sair de vez da sua alimentação. Mas se você não consegue viver sem eles, a nutricionista aconselha repetir o detox a cada 30 dias: pode ser por sete dias ou apenas um fim de semana. O importante é fazer esse tipo de limpeza com regularidade. Seu corpo agradece... com quilinhos a menos!


 

Cardápio detox

Aqui, nem toda refeição tem proteína animal (nem mesmo frango ou peixe). O propósito é facilitar o processo digestivo, favorecendo a faxina e a perda de peso. Dá para você enxugar até 3 quilos em 15 dias! Se quiser emagrecer mais (até 5 quilos), vá em frente: você pode seguir o cardápio detox por um mês

Jejum
1 copo (200 ml) de água morna (ou em temperatura ambiente) com suco de meio limão

Café da manhã
Opção 1:
 1 copo (200 ml) de leite de soja batido com 1 maçã (ou 1 polpa congelada de frutas vermelhas)

Opção 2: 1 banana pequena / 1 col. (sopa) de quinua em flocos (ou cereal integral sem açúcar) / 1 col. (sobremesa) de uva-passa / 1 xíc. (chá) de chá verde (ou chá branco)

Opção 3: 2 fatias de manga em cubos / 1 col. (sopa) de linhaça triturada / 1 xíc. (chá) de chá verde com gotas de limão (ou chá branco)

Opção 4: 1/2 papaia com gotas de limão / 1 col. (sopa) de quinua em flocos (ou cereal integral sem açúcar) / 1 xíc. (chá) de chá verde (ou chá branco)

Opção 5: 1 copo grande (300 ml) de suco de melancia com suco de limão

Lanche da manhã
Opção 1:
2 damascos secos + 2 castanhas-do-pará (ou 1 punhado pequeno de uva-passa + 4 amêndoas sem sal)

Opção 2: 1 copo (200 ml) de suco de melancia batido com 1 col. (sopa) de linhaça e suco de 1/2 limão (ou 1 pedaço pequeno de gengibre)

Opção 3: 8 uvas frescas + 4 castanhas de caju sem sal (ou 2 ameixas secas + 4 amêndoas sem sal)

Opção 4: 1 copo (200 ml) de suco detox (veja receita)

Opção 5: 1 copo (200 ml) de suco de abacaxi batido com hortelã

Almoço
Opção 1: 1 prato (sobremesa) de salada de alface, rúcula e carambola / 2 col. (sopa) de arroz integral (ou parboilizado) / 1 concha de lentilha / 3 col. (sopa) de couve refogada (ou crua)

Opção 2: 1 prato (sobremesa) de salada de alface, chicória (ou escarola) e cebolinha picada / 2 col. (sopa) de arroz 7 cereais / 3 col. (sopa) de couve-flor cozida no vapor (ou grelhada) / 1 filé médio (100 g) de peixe grelhado com suco de limão

Opção 3: 1 prato (sobremesa) de salada de rúcula, cebola roxa e cenoura ralada / 3 batatas pequenas cozidas com casca e temperadas com 1 fio de azeite e salsinha picada / 1 file médio (100 g) de frango (orgânico, de preferência) grelhado com suco de laranja, sal e pimenta-de-caiena moída

Opção 4: 1 prato (sobremesa) de salada de rúcula, gomos de laranja e broto de feijão / 2 col. (sopa) de arroz integral (ou parboilizado) / 1 concha de feijão / 3 col. (sopa) de couve refogada (ou crua)

Opção 5: 1 prato (sobremesa) de salada de agrião, cenoura ralada e gergelim / 1 mandioquinha cozida e temperada com 1 fio de azeite e salsinha picada / 1 file médio (100 g) de peixe com molho de tomate

Lanche da tarde
Opção 1:
 1 taça pequena de salada de frutas com 1 col. (sopa) de mix de fibras (veja receita)

Opção 2: 1/2 xíc. (chá) de abacate em cubos com gotas de limão e 1 col. (sobremesa) de mel (opcional)

Opção 3: 1 banana amassada e polvilhada com 1 col. (sopa) de gérmen de trigo (ou 2 maçãs cozidas com amêndoa/veja receita)

Opção 4: 1/2 papaia com 1 col. (sopa) de mix de sementes / 1 xíc. (chá) de chá verde com gotas de limão

Opção 5: 1 xíc. (chá) de manga congelada batida com 1 xíc. (chá) de leite de soja

Jantar
Opção
1: 1 prato (sobremesa) de salada de alface e rúcula com molho cítrico (veja receita) / 1 filé médio (100 g) de peito de frango (orgânico, se possível) em pedaços e refogado com cebola e tomate / 4 col. (sopa) de chuchu e cenoura refogados

Opção 2: 4 col. (sopa) de salada de soja em grão cozida com tomate, cebola, cebolinha e pimentão picados e molho cítrico / 3 col. (sopa) de abobrinha refogada com tomate

Opção 3: 1 prato (sobremesa) de salada de alface, tomate e abacate com suco de limão e 1 col. (sopa) de azeite de oliva / 2 col. (sopa) de arroz integral (ou parboilizado) com brócolis / 1 filé médio (100 g) de peixe e dois tomates assados (ou cozidos no vapor)

Opção 4: 1 prato (sobremesa) de salada de brócolis e cenoura ralada com sal e limão / 1 filé médio (100 g) de salmão com gengibre (veja receita) / 2 col. (sopa) de arroz 7 cereais cozido com milho

Opção 5: 1 prato (sobremesa) de salada de rúcula, figo, 1 col. (sobremesa) de azeite de oliva e 1 col. (café) de mel / Omelete feita com 2 ovos e recheada com tomate e orégano

Ceia
Opção 1:
 1 xíc. (chá) de pêssego e maçã fatiados

Opção 2: 1 xíc. (chá) de melão e melancia em cubos

Opção 3: 1 banana assada com canela em pó

Opção 4: 1 xíc. (chá) de gomos de tangerina e morango fatiado

Opção 5: 2 fatias de abacaxi com raspas de casca de limão


O que pode e o que não pode


Sinal verde!
Os alimentos considerados essenciais na dieta detox aparecem mais de uma vez no cardápio

• Limão
• Chá verde (ou chá branco)
• Água (2 litros por dia)
• Folhas verdes (brócolis, couve, rúcula, chicória)
• Semente de linhaça
• Amêndoa, nozes e castanha-do-pará
• Melancia
• Azeite de oliva extravirgem

Sinal vermelho!
Direta ou indiretamente, estes alimentos contribuem para o acúmulo de toxinas no organismo. Por isso, ficam proibidos durante a dieta detox

• Refrigerante
• Doce e açúcar branco
• Adoçante artificial
• Café e chá-preto em excesso
• Carne vermelha e embutidos (bacon, linguiça, salame)
• Fritura e margarina com gordura trans

Compartilhe
Famosas em Boa Forma
Saiba tudo sobre sua famosa preferida
Rede MdeMulher
Publicidade