Publicidade
• Nesta edição
• Edições anteriores
• Receba a newsletter
home / dieta /

todas as dietas

Assine o RSS de Dieta

Dieta do tipo sanguíneo

Descubra qual o seu tipo, aposte na dieta certa para você e perca até 6 quilos em 1 mês

Por Eliane Contreras

 

Qual é o seu tipo sanguíneo?

Seu tipo sanguíneo é O, A, B ou AB? Essa informação é importante para você colocar no cardápio diário os alimentos que combinam com seu organismo, combatendo processos inflamatórios, que, geralmente, aumentam a retenção de líquido, o inchaço e as gordurinhas. Fazer escolhas alimentares de acordo com seu perfil biológico favorece ainda o ritmo do metabolismo, acelerando o emagrecimento - dá para você perder até 6 quilos em um mês.

 

A ideia de uma alimentação diferente para cada tipo de sangue não é nova. Ela se tornou famosa em 1996, com o lançamento do livro A Dieta do Tipo Sanguíneo, best-seller nos Estados Unidos, escrito pelo americano Peter D’Adamo e traduzido em mais de 50 idiomas. Mas o furacão Claudia Raia colocou a dieta novamente em evidência. E o resultado é incontestável. "Ela emagreceu 7 quilos e ainda se livrou das crises de enxaqueca", diz Sonja Salles, personal diet da atriz. Ou seja, você perde peso e ganha saúde.

Segundo Peter, existem correlações históricas, antropológicas e fisiológicas entre o tipo sanguíneo e os alimentos. "É por isso que seguir um cardápio personalizado reequilibra o organismo, que passa a  funcionar melhor", explica a nutricionista. Para facilitar a dieta, os alimentos são divididos em três categorias:

• Benéficos - são alimentos protetores (capazes de prevenir e tratar doenças, assim como favorecer a perda de peso) e, portanto, necessários ao organismo diariamente.

• Neutros - agem apenas como alimento (não fazem bem nem mal) e, portanto, podem ser consumidos com frequência ou não.

• Nocivos - devem ser cortados do cardápio, pois mexem com o equilibro do organismo, provocando diminuição no ritmo do metabolismo e aumento do peso, além de enxaqueca, má digestão e alterações na produção da insulina - hormônio que, em excesso, contribui para os estoques de gordura.

A lista dos alimentos é extensa. Por isso, selecionamos os principais deles para cada tipo sanguíneo. E as calorias? Esqueça. Mais importante do que isso é você se propor a consumir porções moderadas. Outra recomendação da nutricionista é comer a cada três horas. "É um recurso importante para manter o metabolismo acelerado." Pronta para começar? Então, procure a seguir o cardápio correspondente ao seu tipo sanguíneo e boa dieta!

Leia também
 
Busca BOA FORMA
FITNESS DIETA RECEITA
publicidade  |  Anuncie
 
publicidade  |  Anuncie
 

Rede MdeMulher
Publicidade