Publicidade
• Nesta edição
• Edições anteriores
• Receba a newsletter
home / dieta /

todas as dietas

Assine o RSS de Dieta

Dieta do meta real: perca até 6 kg por mês

Emagrecimento definitivo. Essas palavras mágicas, que soam como música aos ouvidos de dez em cada dez gordinhas, são a promessa do Meta Real, que faz sucesso há 16 anos. Nós (e mais seis mulheres que adotaram o método de reabilitação alimentar) contamos como funciona

por Thaís Cavalheiro

garota tomando iogurte

Leia também

 

O passo-a-passo do sucesso

Conheça as principais estratégias do plano para vencer a obesidade

Usar o disco alimentar
Trata-se de um guia para ajudá-la a cuidar da própria alimentação de maneira equilibrada, em casa ou em um restaurante, sem precisar seguir um cardápio predeterminado ou calcular as calorias. O disco de papelão, que indica o que, quanto e como comer, é dividido em três grupos alimentares, cada um deles representado por uma faixa colorida. A amarela refere-se aos construtores (proteínas, como carne vermelha, ovos, aves, laticínios, peixes), a vermelha, aos energéticos (gorduras, cereais, açúcares) e, por fim, a verde, aos reguladores (frutas, verduras e legumes). Você gira o disco e combina as cores para escolher as refeições diárias. O importante é escolher uma das sugestões de cada faixa e variar seu cardápio. De um lado do disco, estão todas as opções para o café da manhã. Exemplo: 5 biscoitos tipo Maria ou maisena (energéticos), 1 fatia grande de ricota e 1/4 de xícara de gelatina diet (construtores), 1 colher rasa de margarina (energéticos), 1/2 manga média (reguladores). Do outro lado, ficam as alternativas alimentares para almoço e jantar. Exemplo: 2 filés grandes de pescada (construtores), 1 prato de sobremesa de verduras e legumes cozidos (reguladores), 1 bola de sorvete (energéticos), 4 colheres rasas de creme de leite (energéticos) e 15 morangos médios (reguladores).

Saber diferenciar a fome da vontade de comer
Tente se lembrar da sua reação logo após ter levado o fora do namorado ou ter sido demitida. 1. Chorou tudo o que tinha para chorar. 2. Afogou a tristeza no pote de sorvete ou em outra guloseima qualquer. Se você cravou a número 2, provavelmente é sócia do clube das gordinhas ou está prestes a ingressar nele. Comportamento típico: buscar na comida uma forma de compensação. Problemas todo mundo tem. O lance é aprender a lidar com eles, procurando soluções que passem longe da comida. Se você anda estressada, trate de relaxar. O trabalho está que é puro tédio? Tente uma transferência para sentir-se mais motivada. Ou quem sabe está difícil segurar a frustração por não poder comprar o biquíni que saiu na revista. Em vez de acabar com a caixa de bombons, vá atrás de um modelo parecido, porém mais acessível.

O Meta Real discute questões como essas, em palestras semanais, e ensina a distinguir a fome física (provocada por uma necessidade orgânica real pelo alimento) da psicológica (aquela que faz a gente assaltar a geladeira porque está infeliz). Como você vê, a filosofia do plano é a de que o emagrecimento e a manutenção de peso dependem — e muito — de uma nova postura da aspirante a magrinha em relação a si mesma e também à comida.

Liberdade para comer de tudo, sem medo
Após aprender a diferenciar a fome física da psicológica, você poderá abrir mão do disco para comer o que quiser. Isso não significa comer quanto quiser. Digamos que sua escolha seja uma lasanha. Sua composição permite que você espere até seis horas para comer de novo. Esse, aliás, é o espaço de tempo recomendado entre uma refeição e outra. Se, ao contrário, você quiser apenas uma fruta, passará três horas sem a fome física.

Três refeições e nada mais
Com o Meta Real, você faz apenas três refeições por dia (café da manhã, almoço e jantar), somando 1200 calorias, porque o programa alimentar oferece refeições balanceadas que suprem as necessidades básicas de nutrientes do organismo. Essa é, também, uma forma de evitar que a gordinha, frente a frente com as comidas engordativas, chute o regime para o alto.

Você decide como e quanto quer emagrecer
Nesta fase, já mais magra, é possível escolher entre continuar usando o disco alimentar, o que de certa forma restringe seu cardápio, ou, ao contrário, dar a si mesma passe livre para comer de tudo. A essa altura, você já aprendeu que as proibições é que levam à compulsão alimentar e que, eliminando-as, acaba aprendendo a fazer escolhas

Leia também
 
Busca BOA FORMA
FITNESS DIETA RECEITA
publicidade  |  Anuncie
 
publicidade  |  Anuncie
 

Rede MdeMulher
Publicidade