6 praias paradisíacas que toda fit girl precisa conhecer

Escolhemos seis praias brasileiras perfeitas para as viajantes descoladas e que adoram atividade física ao ar livre

Barra de São Miguel (AL)

Praia Barra de São Miguel

(Getty Images)

A 30 quilômetros da orla urbana de Maceió, piscinas naturais se formam entre recifes de corais, garantindo águas calmas na maré baixa – para você se jogar no stand-up paddle e no caiaque – e ondas fortes na alta. Quando o vento está intenso, a praia fica tomada por pipas de kitesurfe – você pode se aventurar no esporte com a escola SoulSupMaceió. Já se curtir canoagem, os roteiros da Gato do Mato (tel. [82] 99992-6111) partem do Rio Niquim e chegam às piscinas naturais enquadradas por uma areia fina. Da Barra de São Miguel também saem as embarcações rumo à paisagem paradisíaca da Praia do Gunga: pontuada por coqueiros, ela é uma das mais deslumbrantes do país.

Onde ficar

No top Kenoa Resort (diárias a partir de R$ 1 521), onde as suítes, dominadas pelo estilo rústico chique, contam com pequenas piscinas privativas e com jardim interno.

Leia mais7 viagens fitness para você fazer antes de morrer

Taipu de Fora (BA)

Praia Taipu de Fora

(Conrado Lage/BOA FORMA)

A magia do litoral sul da Bahia agrada a todos os gostos – dos sofisticados aos mais roots. Basta caminhar pela orla de água clara para se encantar pela paisagem de areia dourada emoldurada por coqueiros enfileirados. Nade até os recifes de corais preservados para mergulhar em pequenas piscinas naturais a 1 quilômetro da costa (especialmente nas luas cheia e nova, leve um snorkel para ver os peixinhos!). Já na Lagoa de Cassange, a tendência é treinar braços e pernas em cima de uma prancha de stand-up paddle ou caminhar por duas horas por parte da areia da praia. Por toda a Península de Maraú (onde está localizada a Taipu de Fora), você pode pedalar ao longo dos mais de 40 quilômetros de litoral.

Onde ficar

Aproveite a estrutura esportiva da Pousada Taipu de Fora (diárias a partir de R$ 441) ou do Hotel Terraços Marinhos (diárias a partir de R$ 600).

Fique por dentro: As praias mais bonitas do mundo que você precisa conhecer – e treinar nelas!

Farol de Santa Marta (SC)

Praia Farol de Santa Marta

(Divulgação)

À primeira vista, o pequeno vilarejo ao sul de Florianópolis até pode parecer pacato com suas praias rodeadas de morros. Mas logo a receptividade dos moradores se espalha pelas ruelas, deixando os viajantes com aquela sensação de que escolheu o destino certo para desacelerar a cabeça. Um farol de quase 30 metros (considerado o maior das Américas) ilumina os bares animados da Prainha, área com maior estrutura de comércio e hotéis. Durante o dia, suba a montanha até o pé do farol e curta um bonito pôr do sol. As praias do Cardoso, da Cigana e do Gravatá (acesso por uma trilha de 20 minutos) concentram as melhores ondas. Já os mais terrestres podem sentir uma adrenalina no sandboard.

Onde ficar

A aconchegante Villa Prainha (diárias a partir de R$ 200) oferece quartos simples (mas bem arrumadinhos) com ar-condicionado e wi-fi (para postar as fotos lindas!)

Entenda: O exercício na praia que gasta 500 calorias em meia hora

Bonete (SP)

Para do Bonete

(Carolina Pedroso/BOA FORMA)

A comunidade isolada em Ilhabela encabeça várias listas, como a praia mais bonita do estado de São Paulo, e atesta que paraísos intocados ainda existem. O difícil acesso por uma trilha de 12 quilômetros assegura uma faixa de areia branquinha quase exclusiva e é uma desculpa para você queimar calorias antes do mergulho: são cerca de quatro horas de caminhada, entre sobes e desces, partindo da Praia de Sepituba, a última ao sul da ilha com acesso para carro. Durante o caminho, aproveite as diversas quedas- -d’água, como a Cachoeira do Areado, e os mirantes para tomar fôlego e tirar belas fotos.

Se quiser encarar um exercício físico mais intenso, dá para ir e voltar no mesmo dia, ou pernoitar em uma das pousadas rústicas do Bonete, que em agosto deste ano trocaram o lampião a gás por lâmpadas, quando placas solares foram instaladas em toda a comunidade. No canto direito do mar ainda rolam ondas tubulares que chegam a mais de 10 pés no inverno. Em tempo: leve repelente e esqueça o celular – não tem sinal telefônico.

Onde ficar

Com pé na areia, a Canto Bravo (diárias a partir de R$ 244) tem um jardim decorado com redes e almofadas coloridas e um restaurante que serve delícias como salada de lula.

Descubra: Por que você deveria fazer trilha pelo menos uma vez na vida

Tibau do Sul (RN)

Paria Tibau do Sul

(Raoni Almeida/BOA FORMA)

Pertinho da famosa Praia da Pipa, ele é um dos trechos mais badalados do litoral potiguar. Enquanto pipas de kitesurfe invadem o céu, o mar fica repleto de pranchas de surfe – o melhor pico está na Praia de Cacimbinhas, onde o vento retido forma falésias que não ficam nada atrás do Chapadão da Pipa em quesito de beleza (aliás, vale dar um pulo por lá para praticar sandboard nas dunas fofinhas). Boa notícia para quem busca sossego: as estadas são mais em conta e a paisagem é tão estonteante quanto a dos destinos tradicionais do estado. Junte-se aos grupos de caiaque da agência Bicho do Mangue (tel. [84] 99928-1087) para percorrer os canais do mangue da Lagoa de Guaraíras e assistir ao pôr do sol.

Onde ficar

Na Casa da Barreira Guest House (diárias a partir de R$ 250), os quartos branquinhos são decorados com artesanato praiano e o deck em frente ao mar conta com jacuzzi.

Mais: Evite lesões ao praticar exercícios na praia

Icaraí de Amontada (CE)

Praia Icaraí de Amontada

(Eliseu Souza/BOA FORMA)

Icaraizinho, como é conhecida, tem uma orla extensa com areia compacta – pronta para correr? – e dunas torneadas por rios e águas esverdeadas. Assim como outros vilarejos do Nordeste brasileiro, a região ganhou fama graças aos bons ventos, principalmente entre os gringos, que abriram várias pousadas que se estendem até a vizinha Barra das Moitas. Mesmo quem nunca se aventurou no kitesurfe ou no windsurfe consegue aprender a velejar em alguns dias: o curso para iniciantes da ClubVentos, com três módulos, sai por R$ 1 000. A praia também é ponto de partida para passeios de bugue pelos Lençóis Cearenses, cênico conjunto de dunas próximo a Jericoacoara onde dá para praticar sandboard.

Onde ficar

A melhor pousada é a VillaMango (diárias a partir de R$ 450), com bangalôs de madeira, deck com espreguiçadeiras, piscina, restaurante e escola de kitesurfe, a Mango Kite Club.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s