Modelo curvy faz post empoderador: “Aceite todos os seus ângulos”

Nathalia Novaes, que foi do manequim 36 ao 42, compartilhou imagem para inspirar autoconfiança nas mulheres que a seguem no Instagram

Apesar de vermos frequentemente barrigas lindas e corpos aparentemente perfeitos nas redes sociais, já existe um movimento forte no exterior no qual as mulheres mostram diferentes ângulos do seu corpo por meio de fotos tiradas com instantes de diferença. E parece que a tendência começa a ganhar força por aqui com a modelo curvy brasileira Nathalia Noaves — que foi do manequim 36 (infeliz e com esforços anormais para manter o shape) para o 42 (decolando sua carreira e muito mais equilibrada) — ao postar este clique empoderador.

De acordo com ela, sua ideia foi mostrar que seu corpo é de verdade, muda dependendo do ângulo — e como isso é normal! “Acontece com todo mundo. Não precisamos ter vergonha de dobrinhas ou celulite”, contou em entrevista à BOA FORMA.

A modelo afirma ter a impressão de que apenas os ângulos preferidos das pessoas entram nas redes sociais – o que é OK, mas pode criar uma sensação falsa de existirem corpos perfeitos. “Além disso, a mídia busca padronizar os corpos femininos. Acho isso tudo muito perigoso, as pessoas começam a ter ideias limitadas de como deve ser o corpo de uma mulher”, explica.

Veja também: #BellyJelly: o movimento para você assumir sua barriga como ela é

A iniciativa ainda é pouco difundida no Brasil – o mais comum é vermos barrigas chapadas e pernas lisinhas. “Sinceramente, acho que seria muito legal que as pessoas, mesmo as que comem alimentos saudáveis e praticam atividades físicas, mostrassem que o corpo delas também é natural e tem uma ou outra gordurinha à mostra – e nem por isso deixam de ser bonitas ou saudáveis”, afirma Nathalia.

Os comentários no post da brasileira são encorajadores e positivos: “Obrigada! Mais pessoas precisam se abrir assim”, afirmou uma internauta. “Seu post é um poderoso lembrete para todos nós…”, disse outra seguidora.

E mais: Esta modelo provou que celulite é a coisa mais natural que existe

Sobre a importância do movimento, Nathalia acredita ser ótimo para inspirar autoconfiança no público feminino por várias mulheres limitarem-se acreditando que não estão bonitas o suficiente ou têm celulites e estrias demais. “Tudo isso é irrelevante comparado ao que elas são e podem oferecer ao mundo. Hoje, mostrar que minha barriga dobra é algo pequeno para mim, mas já sofri por não me sentir bem com meu corpo e sei que a atitude pode ser importante para alguém.”

Segundo ela, a mensagem que desejava passar era: “Ame-se, cuide da sua saúde, mas não perca tempo com coisas pequenas que são parte natural do seu corpo.”

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s