6 dicas infalíveis para definir bumbum e pernas ao mesmo tempo

Com algumas mudanças no seu treino, você turbina exercícios conhecidos e garante resultados mais rapidamente

Não dá pra discutir: treinar membros inferiores é a preferência das brasileiras. Então, se você já está na contagem regressiva para o verão e quer acelerar seus resultados (+ definição e + tônus no bumbum e pernas), siga as orientações do treinador Ronaldo Freitas, professor da academia Les Cinq Gym (SP). São seis pequenas mudanças para adotar em seu treino que vão turbinar seus ganhos:

1. Qualquer que seja o exercício que você faça para bumbum ou pernas, é preciso “segurar” o movimento para estimular mais a musculatura dessas regiões. “Quando fizer agachamento, por exemplo, não se apresse em voltar à posição inicial: permaneça até dois segundos com os joelhos flexionados, na posição agachada, e então retorne”, explica Ronaldo.

2. Sempre que puder e sentir-se confortável, faça exercícios para o bumbum e para as pernas com sobrecarga (halteres, tornozeleiras…). Você sentirá a musculatura “queimar” mais – sinal de que está no caminho certo para ter mais definição.

3. O agachamento é um dos melhores exercícios para exercitar pernas e bumbum simultaneamente. Para se ter ideia da eficiência dele, um estudo que comparou o exercício e a elevação pélvica (quando subimos e descemos o quadril sem encostar o bumbum no chão, na posição deitada de barriga para cima com as mãos apoiadas no solo e os joelhos flexionados) constatou que o primeiro promove um acionamento 70% superior das fibras musculares. No caso da elevação pélvica, a ativação dessas fibras girou em torno de 40%. Também segundo estudos recentes, entre todos os tipos de agachamentos, o com passada à frente é o mais eficiente deles para quem deseja trabalhar as duas áreas ao mesmo tempo.

Leia mais: Treino matador na escada define pernas, bumbum e cintura

4. Se seu foco for principalmente o bumbum, o agachamento livre com halteres é um dos exercícios que mais aciona a musculatura da região. “É preciso, no entanto, garantir o perfeito alinhamento dos joelhos durante todo o movimento, para não sobrecarregá-los: eles não podem se aproximar, ultrapassar a linha dos pés e nem ficar voltados para fora”, avisa Ronaldo.

5. Já deu pra entender pelos itens anteriores que o agachamento é um ótimo exercício para os membros inferiores, né? Na versão sumô do movimento (com as pernas mais abertas), você recruta um número ainda maior de fibras musculares das coxas. Portanto, se o seu foco é tonificar a região, ele não pode ficar fora de seu programa. Para turbinar: segure um halter com as duas mãos, com os braços estendidos para baixo.

6. Faça o leg press inclinado (quando empurramos a plataforma para cima) acionar mais os músculos do bumbum mudando a posição dos pés na máquina. “Se eles estiverem posicionados na região superior da plataforma, o esforço será concentrado no glúteo e na parte posterior (de trás) das coxas”, explica Ronaldo. Outra variação: para trabalhar a parte interna das coxas, mantenha os pés em uma abertura um pouco maior que a linha dos ombros.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s