Publicidade
• Nesta edição
• Edições anteriores
• Receba a newsletter

Quem dança seus quilos espanta

A dança de salão é uma boa alternativa para queimar calorias, melhorar a postura e tonificar os músculos das pernas e do bumbum

Por Marjorie Umeda

Casal dançando Fotos Dárcio Tutak Em uma hora de dança de salão é possível eliminar até 700 calorias.

Acontece de tempos em tempos. A dança de salão vira mania. Agora ela pegou de novo. O quadro Dança dos Famosos, exibido no programa do Faustão, da Rede Globo, atiçou até os pés mais desengonçados, a vontade de rodopiar.

É isso mesmo. Dançar é uma atividade aeróbica das boas. Aumenta a freqüência cardíaca, estimula a circulação do sangue, melhora a capacidade respiratória e queima muitas calorias. “Em uma hora de dança de salão é possível eliminar até 700 calorias. Quanto mais prática você tiver, maior será o gasto calórico porque vai seguir o ritmo com menos pausas”, diz Claudia Zamberlan, especialista em fisiologia do exercício, de São Paulo. Uma coreografia agitada substitui a esteira e ainda tonifica os músculos das pernas, braços e abdômen. “As pernas são responsáveis pelos deslocamentos, o abdômen é exigido para manter o equilíbrio e a postura correta e, dependendo do tipo de dança, os braços também se movimentam bastante”, explica Claudia. Apesar desses músculos ganharem tônus, a fisiologista recomenda praticar também um exercício localizado para fortalecer regiões específicas, como joelhos e coluna, e assim evitar lesões, já que o corpo se “requebra” inteiro.

Junto com um shape mais bonito, aprender novos ritmos também mexe com sua mente e deixa você mais esperta. “Seguir uma coreografia trabalha coordenação motora, concentração, equilíbrio, agilidade e memória”, explica Paulo Zogaib, fisiologista e professor da Unifesp, em São Paulo. Essas habilidades você percebe na própria dança, quando começa a fazer os passos com mais graça, mas também leva para o dia-a-dia, ao realizar melhor as suas tarefas. Neste pacote, você ainda lucra no social e vai fazer novos amigos ou até conseguir um namorado pé-de-valsa, por que não? Esta pode ser a queima calórica mais divertida que você já experimentou!

Entre no ritmo!


Para aproveitar todos os benefícios dessa atividade e arriscar seus primeiros passos na balada, o ideal é freqüentar um curso de dança de salão. Quem começa a fazer aulas entra no nível iniciante, em que aprende os passos básicos dos principais estilos. “Nessa etapa, os alunos desenvolvem coordenação motora, musicalidade e descobrem as várias possibilidades da dança. É então que encontram o ritmo que mais agrada e podem se aperfeiçoar nele”, explica Milena Malzoni, professora de dança de salão de São Paulo. Mesmo que no começo pareça difícil pegar o jeito e ainda sincronizar os passos com os do parceiro (o que é uma sensação absolutamente normal), depois de três meses de aulas você já vai fazer bonito até no samba-rock, uma das modalidades mais difíceis de aprender. Veja o cardápio que a espera!

Fotos Dárcio Tutak

Continue Lendo
 
Busca BOA FORMA
FITNESS DIETA RECEITA
publicidade  |  Anuncie
 
publicidade  |  Anuncie
 
 

Rede MdeMulher
Publicidade