Publicidade
• Nesta edição
• Edições anteriores
• Receba a newsletter

Malhação: em casa x academia

Veja as vantagens e desvantagens de cada caso e faça a melhor escolha para o seu perfil

Por Nádia Tamanaha

malhação

Você está pronta para se dedicar à atividade física, mas ainda tem dúvidas sobre se deve investir na academia ou apostar na malhação em casa? As duas opções são eficientes, mas uma delas pode combinar melhor com a sua personalidade e garantir mais resultados. Por isso, antes de tomar a decisão, faça um balanço entre os prós e contras de cada maneira de se exercitar - o consultor de fitness Almeris Armiliato ajuda você a encontrar a melhor alternativa!


Os prós de malhar em casa


Comodidade: se o trânsito e a falta de tempo são as suas principais desculpas para faltar à academia, malhar na sua residência pode ser uma boa saída. "Economizar o tempo de deslocamento já resolve o problema", lembra Almeris.

Flexibilidade: quem nunca acabou perdendo uma aula de ginástica por causa de um compromisso de última hora? Se essa situação é frequente na sua agenda, vai ser difícil atingir seu objetivo. "Em casa, você pode mexer o corpo a qualquer momento", sugere o personal.

Privacidade: já imaginou poder fazer aquele exercício de quatro apoios, superindiscreto, sem se preocupar se estão olhando para você? Essa liberdade é uma das vantagens de se exercitar no seu ambiente. "Além disso, você não precisa disputar equipamentos com ninguém, o que costuma ser uma batalha nas academias", explica Almeris.

Os contras de malhar em casa


Recurso limitado: por mais que você capriche na hora de equipar o seu cantinho da malhação, dificilmente ele chegará ao nível de uma academia de verdade. "Os equipamentos caseiros não têm tantos recursos tecnológicos, o que pode limitar o seu desempenho", fala Almeris.

Pouca orientação: contar com o acompanhamento de profissionais é importante para preservar a saúde, mas eles também ajudam você a alcançar a sua meta mais rapidamente. "Os professores podem montar um programa de treinamento ajustado para as suas características", explica o personal.
Desmotivação: se você não é muito determinada ou apaixonada pela malhação, vai sentir falta da cobrança dos professores. "Praticar atividades físicas regularmente exige muita disciplina e, sozinha, é preciso dobrar a dose", fala Almeris.

Os prós de malhar na academia


Motivação: as academias bem equipadas oferecem um vasto leque de modalidades, o que permite que você varie sempre o treino e experimente novas atividades. "Isso é bom porque evita que você enjoe e pare de treinar", fala Almeris.


Vida social: você pode até achar besteira, mas ver gente diferente sempre faz bem. "Conhecer novas pessoas e interagir com elas também é fundamental para uma vida saudável", explica o personal.

Cobrança saudável: antes de qualquer coisa, manter a malhação em dia precisa ser um compromisso que você assume com si mesma. No entanto, quando isso também se torna um pacto com outras pessoas, como os professores e os colegas da academia, o seu envolvimento tende a crescer.


Os contras de malhar na academia


Horário de pico: por causa da rotina corrida, a maioria das pessoas escolhe os mesmos horários para se exercitar (logo pela manhã ou após o expediente). Por isso, nesses períodos, as academias costumam ficar lotadas.

Ambientação: se você faz o tipo reservada, pode ser que se incomode com a quantidade de pessoas na academia e também tenha dificuldades na hora de se acostumar com os equipamentos. Aí, desistir da malhação é apenas questão de tempo.

Combinação perfeita: na hora de escolher a academia, a localização, o preço e as modalidades oferecidas são as principais preocupações. No entanto, encontrar um lugar que reúna tudo isso não é tão simples como parece e abrir mão de um dos requisitos pode contribuir para que você não fique tão fiel à malhação.

Continue Lendo
 
Busca BOA FORMA
FITNESS DIETA RECEITA
publicidade  |  Anuncie
 
publicidade  |  Anuncie
 
 

Rede MdeMulher
Publicidade