Xbody: musculação com eletrodos equivale a 3 horas de treino

A corredora Nathalia Soares topou encarar o desafio pelos próximos meses para ganhar massa magra e melhorar seu desempenho

Se você detesta as máquinas de musculação ou tem pouco tempo para a academia, um novo método alemão – recém-aprovado pela Anvisa – pode ser a solução para seu ganho de massa magra.

O Xbody é um colete com eletroestimuladores que aciona as fibras mais profundas do seu corpo enquanto você faz exercícios como burpees, agachamentos e flexões. “O trabalho é realizado de dentro para fora e atinge áreas que dificilmente um treino de musculação consegue abranger”, diz Waldyr Maciel, personal trainer da Les Cinq Gym, em São Paulo, a primeira academia a oferecer a nova tecnologia no Brasil.

Leia mais: O treino aeróbico deve vir antes ou depois da musculação

Segundo o protocolo do Xbody, apenas 20 minutos, duas vezes por semana, parecem ser o suficiente para você conquistar resultados em um mês. Convidamos, então, a leitora Nathalia Soares para testar o método pelos próximos meses. “Meu principal objetivo é ganhar massa magra e, claro, secar um pouco o abdômen”, conta a consultora comercial, que corre três vezes por semana e tem dificuldade em ganhar mais massa magra.

A eletroestimulação aciona cerca de 350 músculos de uma única vez. “Para atletas, os resultados são ainda mais específicos: eles conseguem simular os movimentos do esporte enquanto ativam a musculatura, o que melhora a técnica e o desempenho”, diz Waldyr.

Confira como o colete do Xbody funciona:

 

Primeira vez

Acompanhamos a primeira sessão de Nath na Les Cinq. “Por enquanto está tranquilo”, brincou a corredora, enquanto vestia o colete desligado. Hora da ação: ela realizou exercícios como trote, afundos, abdominais e flexões – os mesmos que costumamos fazer na academia, só que, como a contração muscular involuntária é muito intensa, os movimentos ficam bem pesados. Não à toa, o gasto de calorias chega a 350. Ao final dos 20 minutos, Nath estava pingando de suor. “Parece fácil, mas senti pegar toda a musculatura.”

O método não tem nada a ver com aqueles aparelhos vendidos por telefone. “Com eles, a estimulação é apenas superficial e você fica parada no sofá assistindo à TV. Já o Xbody intensifica os resultados do seu treinamento, que é feito de verdade”, compara Waldyr. Em fevereiro, vamos mostrar o resultado da Nath na nossa edição impressa. Mas, por enquanto, vale revelar a mensagem que recebemos no dia seguinte ao encontro: “Dói cada ponto do meu corpo… Aquela dorzinha de missão cumprida.”

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s