Cor do prato pode ajudar você a comer melhor, aponta ciência

Vai comer uma guloseima? Pesquisadores afirmam que, para evitar exageros, é bom evitar consumi-la num prato branco

Por Redação Boa Forma - Atualizado em 2 Maio 2017, 17h15 - Publicado em 2 Maio 2017, 16h56

Entre os fatores que podem contribuir para você furar a dieta está… a cor do seu prato. Pois é! Comer em um recipiente branco ou colorido pode fazer muita diferença no seu apetite e na quantidade – e qualidade – da comida ingerida.

Essa relação já foi apontada por estudos, mas voltou à tona recentemente após o site Business Insider publicar uma entrevista com Charles Spence, professor da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e pesquisador de psicologia experimental. Segundo ele, pratos vermelhos, por exemplo, podem ser uma boa pedida para quem deseja comer menos besteiras. “A cor aciona um sinal de perigo ou de repulsa no cérebro”, explica Spence.

Leia mais: Postar fotos de comida ajuda você a controlar a dieta, diz estudo

Na entrevista, ele lembra de um levantamento feito em 2011 pela Universidade de Valencia, na Espanha, em que 51 pessoas comeram mousse de morango primeiro em um prato branco e, depois, em um preto. Os resultados mostraram que o recipiente claro fez a sobremesa parecer 7% mais doce, 13% mais saborosa e 9% mais agradável do que no escuro.

Segundo o britânico, uma possível explicação para esses resultados são as memórias a que o prato branco remete. “Nosso cérebro guarda informações de tudo o que comemos e de onde colocamos o alimento”, analisa Spence. Almoçar ou jantar num prato de cor forte, então, seria uma maneira de enganar o sistema nervoso e, consequentemente, o apetite.

Mas calma: isso não significa que, a partir de agora, você fazer todas as suas refeições num pratinho diferente. A ciência mostra que essa pode ser uma boa estratégia quando se está consumindo itens gordurosos e lotados de açúcar – como aquele brigadeiro inocente no meio da tarde ou os biscoitos recheados que saem do pacote direto para a barriga.

Continua após a publicidade
Publicidade