5 mentiras que as pessoas contam sobre ioga

Não, você não precisa encostar a ponta dos dedos nos pés para praticar a modalidade!

Quem nunca escutou a frase: “ioga é muito parado” ou “você precisa ser flexível para praticar a modalidade”? Pois acredite: nenhuma das afirmações acima é verdadeira. Para desmascarar os mitos mais comuns sobre a prática, a instrutora americana Alexandria Crow, que leciona a modalidade há sete anos, selecionou algumas mentiras sobre o tema que você deve ignorar já:

1. O princípio da ioga é aprender a fazer invertida e posturas legais
Não. Essa não é a única coisa que você vai fazer durante a aula. As posturas complexas aparecem para que você supere as suas dificuldades. Quem encara a prática com seriedade, entende que a vida é cheia de obstáculos que podem ser superados com menos ansiedade.

2. Você precisa ser flexível para fazer ioga
Essa é, provavelmente, a mentira mais comum e também o fator que impede que muitas pessoas comecem a praticar o exercício. A verdade? O foco da ioga não é a flexibilidade, o objetivo é ajudar você a controlar sua ansiedade e lidar melhor com os desafios da vida.

3. Ioga é uma religião
A modalidade é uma prática espiritual, sim, mas ela não exige que você renuncie a sua religião para praticá-la. A questão, aqui, é ter vontade.

4. Você precisa ser magra para fazer
A pratica está relacionada com autoaceitação e desafios. Uma vez que você aprende a lidar com sua ansiedade e vence os seus maiores obstáculos, você está no caminho certo. Não coloque as suas formas – curvilíneas ou sequinhas – como um empecilho. A atividade pode oferecer benefícios para todos os tipos de corpo e sexo.

5. Você vai ser tornar uma nova hippie
Os textos que você lê sobre a ioga não falam sobre paz e amor – como os filmes sobre hippies. E você não precisa ser vegetariano ou comprar roupas novas. Mais uma vez, para praticar a modalidade, você precisa apenas de vontade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s