6 dicas para voltar ao crossfit depois de uma lesão

Não fazer o WOD na mesma intensidade de antes pode ser frustrante, mas fique calma! Aos poucos, é possível até melhorar o seu desempenho

O crossfit, assim como qualquer outro esporte, oferece riscos. Sempre que há movimentos complexos ou com muito peso, também existe a possibilidade de lesão. Algumas estratégias podem prevenir o problema, mas quando isso acontece não pense que é o fim. Como saber quando você está pronta para completar um WOD novamente? Aqui, algumas dicas que podem te ajudar no processo:

1. Vá devagar
Independentemente do tipo de lesão que você sofreu, seu corpo precisa de tempo para voltar ao ritmo anterior. Por isso, tente segurar a frustação se o seu WOD não rendeu tanto quando costumava ou se você não consegue fazer um deadlift (levantamento terra) com tanto peso.

2. Escute seu corpo
Durante um treino de crossfit, o nosso corpo geralmente implora para nós pararmos e descansarmos um pouco. Por isso, nos primeiros WODs que você realizar após a lesão, escutar o seu corpo torna-se ainda mais importante, especialmente nas áreas onde se machucou.

E nos momentos mais difíceis do exercício, você treina a mente para continuar executando os movimentos, certo? Não! É diferente quando você está se recuperando de uma lesão. Se machucou o cotovelo e sente dor durante uma flexão, pare no mesmo momento. Seu corpo será o grande responsável por informar quando ele estiver pronto. Enquanto isso, adeque os exercícios conforme sua resistência. Felizmente, há alguém que pode te ajudar com isso…

3. Ouça o seu coach
O principal trabalho do seu treinador ou treinadora é ter certeza de que você, como atleta, está segura e executando os movimentos de forma correta. Não hesite em pedir a ajuda deles para adaptar um exercício, especialmente quando retornar de uma lesão. Afinal, eles estão lá para isso!

Veja também:  5 estratégias do Crossfit que qualquer um pode adotar já

4. Converse com outros crossfiteiros que tiveram lesões semelhantes
A maioria dos praticantes da modalidade tem um passado atlético, o que significa que você provavelmente conhece alguém que sofreu uma lesão semelhante à sua e, nesse caso, vale perguntar como foi a experiência. Embora a recuperação de cada pessoa seja diferente, você sempre pode pegar dicas e trocar experiências. 

5. Consulte um fisioterapeuta
Sim, o seu corpo é incrível e pode se recuperar rapidamente. Mas não deixe de consultar um profissional que te ajude a compreender o seu processo de melhora e possa passar exercícios específicos para a área lesionada.

E mais:  Dieta do crossfit: define o corpo, melhora o desempenho e previne lesões

6. A recuperação é crucial
Ela é essencial em uma rotina de treinos saudável, mas assume ainda mais importância quando você está no caminho de volta à plena forma. Mobilidade, alimentação correta, exercícios específicos e sono de qualidade são pontos que podem fazer a diferença na sua performance e te ajudar a chegar ainda mais longe do que antes da lesão.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s