A dança é a arma para Carolina Ferraz manter a forma

A atriz retomou as aulas de balé da infância e, com a mistura dos movimentos clássicos com exercícios na barra e solo, potencializou os resultados.

 

 

Barriga sequinha e tudo em cima com a mistura de bale clássico e exercícios na barra
Foto: Robert Schwenck

 

Mãe de Valentina, 16 anos, Carolina não gosta de ficar parada. “O segredo da boa forma é praticar sempre alguma atividade, pois corpo sequinho não vem de graça”, diz. “Se sou obrigada a ficar um tempo sem malhar, quando retomo me dedico mais ainda”, emenda. Ela curte esportes de aventura, corrida e, recentemente, virou fã do stand-up paddle (remo em pé em cima do pranchão de surfe), que virou moda no litoral carioca. A primeira vitória é conseguir ficar de pé sem cair. Depois, remar. O exercício é fantástico para pernas, braços e costas. Mas a atividade que ela considera a grande responsável pelo corpão que você vê aqui é o balé. 



Dance, dance, dance 


Carolina, que fez balé dos 5 aos 17 anos, retomou as aulas de dança há quatro meses. Para isso, convocou o mestre mineiro Kaká Boa Morte para sessões particulares três ou quatro vezes por semana. “Na primeira aula, percebi que o corpo de Carolina estava sem tônus muscular pela falta de exercícios”, conta. Já sabendo de suas experiências anteriores com balé e outras atividades, o professor trabalhou levando em conta a memória muscular da atriz e adotou um método que mistura balé clássico, condicionamento físico (método do inglês John Bryan), barra-solo (método Maurice Bejart) e barra a terre, uma técnica elaborada por ele mesmo e que mistura diversas outras. “Essa foi a maneira de potencializar o resultado dos exercícios mais depressa, como ela precisava”, diz Kaká. As aulas também mesclaram exercícios aeróbicos e de força, além de trabalhos abdominais. “Dessa forma, conseguimos alongar e tonificar a musculatura dela sem agredi-la e dispensando o uso de aparelhos ou pesos”, garante. O resultado salta aos olhos: os músculos da atriz ficaram mais delineados e ela pode desfilar a bordo de um biquíni sem susto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s