Ballet blend: treino em vídeo para fortalecer o abdômen – faça com a gente

Criadora do método, Anna Martins, ensina uma sequência que pode ser realizada em casa

Por Daniela Bernardi Atualizado em 15 jun 2018, 17h42 - Publicado em 15 jun 2018, 17h28

Você se lembra da ginástica localizada do início dos anos 90? Vestindo leggings coloridas de cintura alta, a mulherada repetia os exercícios com halteres e caneleiras em uma sequência coreografada ao ritmo de músicas bem animadas. A educadora física e bailarina Anna Martins combinou os princípios de fortalecimento desta modalidade fitness com os movimentos e nomenclaturas do balé clássico e criou o ballet blend, aula disponível no Estúdio Anacã, em São Paulo. “Hoje, o método também tem influência de outros estilos, como jazz”, explica.

  • A ideia desse mix surgiu do desejo das próprias alunas. “Percebi que elas queriam complementar a rotina com uma atividade que também trabalhasse o físico”, diz. Mas se engana quem pensa que o ballet blend tem como objetivo deixar o abdômen rasgado ou o bumbum lá no coque. “Priorizo primeiro os benefícios mentais, como redução do stress. A definição do corpo acaba sendo uma consequência da aula”, diz Anna. BOA FORMA testou a aula e, realmente, a sessão é superprazerosa e desafiadora ao mesmo tempo (as pernas queimam e o sorriso não sai do rosto!)

    View this post on Instagram

    Sexta-feira de bailarinas com professora Aninha Martins, criadora do @balletblend_. Em breve, terá vídeo-aula na @boaforma pra você fazer junto com a gente! #TreinarSuarECurtir #BalletBlend #Anacã #Bailarinas

    A post shared by Daniela Bernardi (@danibernardi_) on

    Continua após a publicidade

    GymPass BOA FORMA: treine em mais de 12 mil academias por um valor fixo

    Durante uma hora, as alunas fazem sequências na barra, depois no centro e, por fim, no solo. “Conseguimos envolver todos os músculos e melhorar resistência, força e fôlego.” Quase sem pausa (são de 300 a 500 calorias gastas), as séries combinam exercícios com movimento – é o caso do afundo e do battement – com posturas isométricas (agachamento parado e prancha, por exemplo). “Não repetimos inúmeras vezes o mesmo exercício, mas agrupamos aqueles que juntos promovem um resultado mais completo.”

  • Gostou? Confira embaixo o treino completo para abdômen que você pode fazer em casa junto com a professora Anna.

    Continua após a publicidade
    Publicidade