Como foram minhas férias jogando handebol na Escandinávia

Eu e minhas amigas juntamos dinheiro, nos despedimos de família e trabalho e desafiamos nosso corpo a um intensivão de atividade física

Um outro eu

A Ester é empresária e mãe de um casal. A Aninha estuda para ser promotora. A Tamires está noiva. Eu sou conhecida como a gêmea da Marcela e a jornalista da BOA FORMA. No Brasil, temos nossa identidade tão bem definida que, às vezes, nos esquecemos de curtir nossos “outros perfis”. Felizmente, na Suécia e na Dinamarca, eu e meu time tivemos tempo e liberdade para sermos apenas as atletas brasileiras de handebol do Villa Portare que passam o dia jogando bola e adoram fazer barulho. Você, mesmo em sua rotina, pode viver um pouco mais esse seu lado esportista. Priorize as escolhas do dia a dia que não atrapalhem o rendimento do treino, como ter mais horas de sono, não sinta vergonha de vestir roupa de ginástica na rua (está na moda!) e faça amizades verdadeiras no mundo fitness.

[Textão] Aos 14 anos, as meninas da Hebraica, onde eu jogava, só falavam dessa tal viagem para a Suécia e a Dinamarca… Jogos, grama, boys… Parecia incrível, mas na época eu dispensei a oportunidade. Agora, aos 29 anos, decidi encarar um belo intensivão de handebol, colchão de ar e comida de refeitório com meu time @villa_portare. What? “Que joselita!”, eu pensava enquanto via os boletos e as parcelas do cartão zerarem minha conta desde novembro. “Será que eu poderia gastar tanto dinheiro?”, “Caraca! Queria tanto conhecer a América do Sul… Por que estou indo pra Escandinávia?”, “Já não estou velha pra isso?”. Quem conversava comigo sobre a viagem logo percebia que eu estava com um pé atrás… E até com um certo arrependimento… MAS COMO A VIDA É BOA! É tão gostoso quando ela nos surpreende, né? Esses 17 dias foram muito mais do que me diziam, do que eu esperava, do que eu imaginava. Não só pela experiência de jogar em países que respiram e valorizam o handebol (cada jogão, viu?), mas pelo convívio com essas sete mulheres e esse cara que fizeram cada momento ser especial e repleto de risadas, histórias e aprendizados. Deixamos trabalho, namorados e até filhos lá no Brasil para curtir uma de nossas grandes paixões: o handebol. Que felicidade ter fechado essa viagem por impulso, sem pensar muito. Já vale estar com saudade? . . Ah! Foram 9 vitórias, 2 empates e 6 derrotas. Um quarto lugar na Suécia e um bronze aqui na Dinamarca. Feliz com minha escolha! Feliz por viver isso com vocês, time! #Handball #Drcup

A post shared by Daniela Bernardi (@danibernardi_) on

Cadê a atleta que estava aqui?

Após os 25 anos, o corpo parece não responder mais da mesma forma e, por isso, é preciso ter cabeça forte para não ficar frustrada com o desempenho que, geralmente, declina. Pense: você ainda pratica sua modalidade favorita – motivo mais do que justo para comemorações! Então, não foque apenas no resultado, mas também nas razões que a fazem se exercitar. Outro bom ponto: fique atenta às suas dores! Depois dos jogos, a gente entrava embaixo do chuveiro gelado para aliviar a musculatura, como nossa fisioterapeuta orientou. Pode soar exagero para uma atleta amadora, mas contar com uma equipe multidisciplinar (personal, massagista, coach de ioga…) ajuda a garantir mais saúde e satisfação.

Na ponta do lápis

Fato: o esporte amador costuma ser caro no Brasil. Você precisa gastar com treinador, tênis, alimentação, transporte… A lista é longa! Para a viagem, torramos boa parte das nossas economias (o custo na Escandinávia é exorbitante!) e quer saber? Nenhuma das oito jogadoras se arrepende! Assim como nós, você deve sempre pesquisar as opções mais em conta, negociar o valor do treino e reservar parte do seu orçamento para o esporte. Afinal, atividades como correr, dançar, pedalar e malhar são o entretenimento do presente e a garantia de menos despesas com saúde no futuro, né? 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s