Estes atletas provam que você não precisa ser “magrinha” para praticar esporte

Estar um pouco acima do peso não é motivo para deixar a atividade de lado. Aqui, nós revelamos os esportistas que fogem dos padrões, mas não deixam de brilhar!

Quando pensamos em um esportista, logo nos vem à mente aquele tão falado “porte atlético”, especialmente se o atleta estiver competindo nesta edição dos Jogos Olímpicos no Rio. Esse tipo de corpo tem músculos evidentes nos lugares certos, baixas porcentagens de gordura e, em muitos casos, a tão sonhada barriga chapada. No entanto, no dia em que as Olimpíadas completam uma semana desde seu início, competidores das mais variadas modalidades estão apresentando ao grande público a possibilidade de jogar, nadar, lutar, saltar, com um corpo fora dos padrões. Quer ver?

 

Robel Kiros Habte

Um exemplo de atleta com um corpo fora dos padrões é o nadador etíope Robel Kiros Habte. Fora do peso, ele finalizou a prova como último colocado e nem por isso se deixou abalar. Em entrevista a diversos veículos, Habte afirmou que não é muito fácil ser nadador em seu país e que acredita ser o único profissional na Etiópia. E, mais uma vez, os torcedores souberam reconhecer a sua força de vontade: Habte foi ovacionado por quem assistia à competição no parque olímpico.

Getty Images Getty Images

Getty Images (/)

Alexa Moreno
A ginasta mexicana foi notícia em toda a internet após ser criticada por suas formas curvilíneas. O que isso tem de errado? Absolutamente nada. Na verdade, a atleta pesa 45kg, mesmo peso da nossa representante Jade Barbosa. Várias pessoas saíram em defesa de Alexa e deram um show no quesito respeito.

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Teresa Patricia Almeida (Bá)
Com 98kg distribuídos em seus 1,70, a goleira da equipe de handebol angolana brilhou na partida contra a Romênia e mostrou que peso nenhum impede uma pessoa de conquistar o sucesso no esporte. Bá, como é conhecida, também foi adotada pela torcida brasileira, que durante a partida realizada no último sábado (6) chegou a entoar um famoso clássicos dos torcedores, porém com uma leve alteração: “eu sou angolano com muito orgulho, com muito amor”.

Getty Images Getty Images

Getty Images (/)

Uma questão de altura…

Usain Bolt
O astro da equipe de atletismo jamaicana também é prova de que dá pra superar obstáculos impostos pelo seu próprio corpo e ser um verdadeiro campeão. O velocista de 1,95m não é o que se pode chamar de modelo de aerodinamismo e, ainda assim, quebra recordes atrás de recordes em boa parte das provas em que compete. Bolt é, desde 2009, o recordista dos 100m rasos, prova que finalizou com 9,58 segundos.

Getty Images Getty Images

Getty Images (/)

E então? Já deu pra ver que todos os corpos podem ser corpos de atletas. Alta, magra, baixa, jovem, curvilínea… Não importa seu tipo de corpo, apenas escolha seu esporte e entre de cabeça! 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s