Ouvir músicas calmas no pós-treino pode melhorar o resultado da academia

A intensidade do som que você escuta influencia nos níveis de cortisol (hormônio do stress) e em seu estado emocional

Por Marina Campos (colaboradora) 3 jun 2018, 12h36

O “tut-tut” bem alto até pode dar um gás durante o exercício, mas, nos primeiros minutos pós-treino, é melhor mudar a playlist para músicas tranquilas, como Dona Maria, do Thiago Bravo, ou The Middle, do produtor Zedd com os artistas Maren Morris e Grey.

Para estudiosos da Universidade de Brunel, no Reino Unido, um som calmo ajuda a reduzir rapidamente o cortisol e promove uma melhora no estado emocional (principalmente no das mulheres), o que influencia no resultado da malhação.

“A música lenta produz um novo ritmo na respiração e desacelera a mente”, diz a terapeuta carioca Marcia Rissato. O efeito é tão forte que você até vai começar a se lembrar do treino (mesmo dos mais punks) com mais positividade.

Continua após a publicidade

Publicidade