Suplementação alimentar: por dentro da tendência

Quando consumido de maneira certa e com acompanhamento profissional, o produto pode agregar benefícios e potencializar resultados

Por RELARONE - Atualizado em 20 mar 2020, 17h07 - Publicado em 20 mar 2020, 15h30

Os suplementos alimentares estão em alta. De acordo com dados levantados pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), eles já estão em 54% dos lares brasileiros. Os objetivos relacionados ao seu uso são diversos. Conquistar mais disposição para o dia a dia, melhorar a performance durante a prática de exercícios física e complementar a dieta são alguns dos principais motivos. 

Uma das opções disponíveis no mercado para quem busca mais disposição e equilíbrio na dieta é o RELARONE. Fabricado no Brasil e com notificação da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o suplemento combina duas fórmulas (cápsula branca e cápsula azul e branca) embaladas em “blisters”, o que ajuda a manter a qualidade dos componentes ativos. A primeira, com alta dosagem de cafeína anidra, auxilia no metabolismo energético e também na quebra de gordura corporal.

Já a segunda formulação combina outros componentes, como o cromo, responsável por ajudar no metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras; o zinco, capaz de ajudar na proteção dos danos causados pelos radicais livres; o selênio, que atua no bom funcionamento do sistema imunológico e, por fim, o magnésio, ativador do metabolismo energético.

Apesar de RELARONE dispensar a necessidade de receita médica, contar com a orientação de um nutricionista ou profissional de saúde durante o processo de suplementação é algo essencial. Afinal, só ele será capaz de indicar as reais necessidades do produto, assim como adequá-lo da melhor forma ao seu estilo de vida.

Para mais informações, acesse relarone.com (site oficial do produto).

Continua após a publicidade
Publicidade