Após perder 7kg, economista vira blogueira e melhora seus hábitos

Após 10 meses encarnando uma vida saudável, Bruna conquistou um “antes e depois” de babar. Ela achou que estava no auge - mas o melhor estava por vir...

Antes de ser @brureallife, Bruna Cardoso, 30 anos, estava bem com sua vida. Economista formada, tinha um trabalho legal na área e data marcada para o casamento. “Percebi que a única coisa que me deixava angustiada era a luta constante contra a balança e as mil dietas das quais desisti no meio”, conta. Foi aí que ela resolveu tomar as rédeas da situação e batalhar pelo que desejava para o seu corpo. Os dez primeiros meses do supercombo reeducação alimentar + treino diário + muito foco resultaram na perda de 7 quilos e numa queda de 13% na gordura corporal.

Bastou um post de “antes e depois” nas redes, em dezembro de 2013, para que Bru percebesse o sucesso da sua transformação – e o mais legal: quanto ela inspirava outras pessoas. “Recebo em média 30 e-mails por dia de meninas dividindo suas histórias.” Isso a motivou tanto que ela resolveu abandonar a economia e estudar nutrição. Sua dedicação, agora, passou a ser totalmente voltada para o site e as redes sociais. “Não vou à academia pensando ‘Tenho que postar meu treino’. Preciso do exercício para extravasar as emoções. O post vem como consequência.”

O que estava bom ficou melhor

Bru se sentia satisfeita com o novo shape. “Achava que, por causa da minha genética, jamais teria outro corpo.” Engano seu: o convite para uma temporada em um spa revolucionou sua visão de si mesma. O desafio era encarar uma dieta restritiva de 1 300 calorias diárias e, o mais difícil, se desligar do mundo lá fora. “Pela primeira vez, desde toda essa loucura de Instagram, fiquei absolutamente sozinha e isolada de tudo! Percebi que, mesmo com meus hábitos saudáveis, a pressão que colocava em mim mesma para manter uma rotina regrada – pesar porções, só comer no horário exato – me enchia de ansiedade. E pior: não conseguia ficar satisfeita com a minha aparência.”

Fique por dentro: “Pesar-se todos os dias é cilada”, diz expert em emagrecimento

Bru conheceu um novo estilo de vida. “No spa, treinava na hora que eu quisesse, com muito menos exercícios de impacto – fazia ioga, pilates, hidroginástica – e sem pressão.” Suplementos e proteína animal ficaram fora do cardápio e ela nem deu falta, mesmo com o número de calorias mais restrito. E, para surpresa da Bru, ela se sentiu superbem nessa pegada relax, “mais desinchada, leve, calma, disposta e equilibrada”. Essa quebra dos próprios paradigmas a fez pensar: “Será que eu realmente tenho fome para comer os dois filés de frango do almoço ou devoro só porque está prescrito?” E também: “Por que gasto tanto tempo com musculação se eu nem gosto? Será que não vale a pena fazer só o básico e usar mais horas com a minha corridinha e o funcional que eu adoro tanto?”

Nova mente, novo corpo

Antes e depois Bruna Cardoso

À direita, Bruna quando já estava 7 quilos mais magra; à esquerda, o corpo mais sequinho após eliminar 13 quilos no total (Lu Cristovam/Acervo Pessoal/BOA FORMA)

De volta à rotina e disposta a deixar as neuroses de lado, Bruna resolveu adaptar o feeling do spa à sua vida. Todos os questionamentos que surgiram na sua cabeça levavam a uma só resposta: equilíbrio. Trocou as tabelas fechadas de peso, calorias e horários por uma dosagem mais pessoal no cardápio e no treino. Resultado? Bru mandou mais 6 quilos embora! “Gosto muito de me alimentar de forma saudável. Mas a ansiedade me fazia comer mais, ainda que boas opções. Hoje, eu e minha nutricionista traçamos um caminho inverso: estou buscando de volta o prazer no prato. Posso atacar uma besteira todo final de semana? Posso. Mas, se não estiver a fim de devorar um hambúrguer, não vou só porque é sábado. E, por isso, nada me impede de pedir a sobremesa mais calórica do cardápio numa quarta-feira. Respeito muito as minhas vontades.”

Leia mais: Empresária enxugou 36 quilos e recuperou autoestima

Nos exercícios, o esquema é o mesmo. “Não preciso treinar até meu limite toda vez, foco no que meu corpo está pedindo. Dias mais intensos, dias menos… Dando meu melhor sempre, mas sendo sincera comigo mesma.” E a conclusão que ela tira disso tudo? “A mudança deve vir primeiro de dentro. Pois quando estamos equilibradas e felizes tudo flui e o corpo se transforma do jeito que queremos!”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s