Juliana Paes: mais energia com cardápio funcional

A dieta com alimentos que, além de nutrir, previnem doenças é a grande aliada da atriz.

Por Dalila Magarian (colaboradora) Atualizado em 28 out 2016, 02h43 - Publicado em 23 jun 2014, 22h00

A novela Gabriela já acabou, mas quem acompanhou não vai esquecer as cenas provocantes em que Juliana Paes exibiu as curvas de babar em vestidos levinhos ou sem roupa junto ao fogoso Nacib (interpretado por Humberto Martins). A atriz encarou o desafio sem medo um ano depois de dar à luz Pedro. Sabe por quê? Antes de iniciar as gravações, ela intensificou a rotina de exercícios e tratamentos estéticos e investiu em uma dieta inteligente. Assim, conseguiu enxugar os 16 quilos que ganhou durante a gestação. “Quando soube que faria Gabriela, disse a mim mesma: ‘Agora, chega de brincadeira!’ Então, voltei à academia com força total e fechei a boca”, conta Juliana. 

 
Para passar o cardápio a limpo, a estrela procurou a nutricionista carioca Andrea Santa Rosa Garcia. A primeira providência da especialista foi solicitar alguns exames de sangue a fim de verificar carências de vitaminas e minerais, além de eventuais alergias alimentares. “Eliminamos alguns alimentos que descobrimos que provocavam um quadro inflamatório na Juliana. Ao mesmo tempo, introduzimos outros para ajudar na eliminação de toxinas e auxiliar na digestão”, comenta Andrea. Entraram em cena mais frutas, farelos de cereais, grãos ricos em proteínas (como lentilha, grão-debico e feijão), além de folhas verde-escuras, que fornecem vitaminas do complexo B. Perderam espaço o repolho roxo, a abobrinha e a raiz-forte (aquela que geralmente acompanha o sushi), pois Juliana tem alergia a eles. O arroz branco foi substituído pelo integral e a quinua; e o salmão e o cação (que, segundo a nutricionista, contêm maior teor de mercúrio) cederam lugar a pescada, linguado e tilápia. Andrea conta que Juliana aderiu facilmente à dieta. “Ela é firme e decidida, e não demorou para observar os resultados positivos das mudanças”, fala. 
 
Juliana diz que adotar uma dieta funcional (com alimentos que, além de nutrir, previnem doenças) a deixou com disposição renovada e a livrou de um problema até então recorrente: a prisão de ventre. Mas, para que a ingestão aumentada de fibras realmente funcionasse, ela passou também a tomar mais água. “Aprendi que só comer uma grande quantidade de fibras não adianta, se você não se hidratar direito. Sem água, elas obstruem o intestino do mesmo jeito”, explica. 
 

Dia a dia

Atualmente, o café da manhã da atriz inclui um copo grande de suco de laranja com uma colher de sopa de sementes de linhaça trituradas ou de chia, além de metade de uma papaia com uma colher de sopa de granola sem glúten. “Não sofro de doença celíaca, mas o glúten me provoca um pouco de dor e inchaço no abdômen. Por isso, passei a substituir o trigo por outras farinhas e cortei o pão quase de vez”, conta. Andrea também sugeriu a ingestão de iogurtes preparados com leite de cabra ou de ovelha acompanhados de farelos. Também receberam passe livre no café da manhã um ovo mexido com tapioca ou suco verde com tapioca ou ainda um copo de açaí batido com morango. “Mas apenas nos dias em que a fome aperta”, observa Andrea. 
 
Na hora do almoço, Juliana investe no arroz integral com feijão, filé de peixe ou de carne vermelha magra e uma salada verde temperada com azeite ou óleo de gergelim torrado e uma pitada de sal. Ela repete o mesmo esquema no jantar, mas reduz a quantidade de arroz com feijão pela metade ou elimina um dos dois carboidratos. À tarde, ela tapeia a fome com um copo de suco de uva integral sem açúcar ou uma mistura de nozes com castanhas- do-pará. Juliana desistiu das barrinhas industrializadas (doces demais e com nutrientes de menos), então adorou a receita da versão caseira que aprendeu com a nutricionista: 
 
Ingredientes 
. 1 col. (chá) de ágar-ágar (alga encontrada em lojas de produtos naturais) 
. 2 (col. sopa) de mel 
. 2 ½ col. (sopa) de açúcar mascavo 
. 1 pitada de sal 
. 3 damascos ou 2 col. (sopa) de cranberry desidratado 
. 1 col. (sopa) de uva-passa (quando usar damasco) ou 1 col. (sopa) de coco ralado natural (quando usar cranberry) 
. 1 xíc. (chá) de aveia em flocos grossos 
. 1 col. (sopa) de flocos de arroz 
. 3 col. (sopa) de óleo de coco 
 
Modo de preparo 
Preaqueça o forno a 180 ºC. Forre uma forma quadrada (de preferência, de vidro temperado) com papel-manteiga. Em uma panela com água quente, coloque o ágar-ágar e mexa até levantar fervura. Tire do fogo e misture o mel, o açúcar mascavo e o sal até ganhar consistência de um caramelo. Reserve. Pique o damasco (ou o cranberry) e misture em uma tigela com a aveia, os flocos de arroz, a uva-passa (ou o coco ralado). Acrescente o óleo de coco. Despeje a mistura sobre o caramelo mexa até obter uma massa homogênea. Espalhe na fôrma e pressione bem. Leve ao forno e asse por 25 a 30 minutos ou até dourar as bordas. Deixe esfriar, retire o papel e corte no formato de barrinhas. 
 
Para facilitar a adesão ao novo cardápio, Juliana enviou a cozinheira que prepara as refeições da família para as aulas de gastronomia light oferecidas na clínica de Andrea Santa Rosa Garcia. Garota esperta!
 

Suplementos poderosos

Além de apostar em cosméticos, ginástica e dieta para ficar sempre bela, Juliana pediu um help da médica especialista em terapia ortomolecular Heloísa Rocha, do Rio de Janeiro, que receitou a ela os seguintes suplementos poderosos para manter pele, unhas e cabelos perfeitos, além de reforçar a saúde. 
 
1. Colágeno hidrolisado, vitamina C, silício orgânico, DMAE, gelatina: esses compostos ajudam a manter o tônus da pele, melhorando a flacidez. 
2. Biotina, betacaroteno, ácido fólico, ferro quelado: a fórmula auxilia na saúde do cabelo e das unhas. 
3. Cromo, griffonia, citrus, gobi berry, vitamina B6, prímula e vitamina E: juntos, diminuem a retenção hídrica, combatem a TPM, a gula por doces e, ainda, ajudam a manter o peso. 
4. Cártamo, coleforim, taurina Aminoácidos: que aumentam o desempenho dos treinos e ajudam a manter a massa muscular.
Publicidade