A água com gás pode estar atrapalhando sua perda de peso

Você consome a bebida todos os dias? Segundo um estudo, ela pode ser uma das causas da sua briga com a balança

Por Cristina Nabuco (colaboradora) - Atualizado em 17 fev 2020, 15h08 - Publicado em 29 ago 2017, 12h10

O problema da bebida não é a quantidade de calorias. É que ela pode estimular você a comer mais, segundo uma pesquisa da Universidade Birzeit, na Palestina, que afirma que o gás (dióxido de carbono) ativa a produção de grelina, hormônio da fome. Mas a conclusão não é consenso: “O número de participantes do estudo é pequeno”, alega a nutricionista Elaine de Pádua, de São Paulo.

Leia mais: 7 segredos para seu corpo virar uma máquina de queimar gordura

Mas ela não aconselha o consumo diário de água gaseificada por outras razões. “Ela tem aditivos que favorecem a retenção de líquidos e, embora algumas pessoas aleguem que comem menos porque o gás enche o estômago, o que ele realmente causa é distensão muscular e flatulência.” Isso deixa a barriga inchada e aparente. O melhor é beber água natural, e até 500 ml, longe das refeições.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo fitness com a newsletter da BOA FORMA

 

Continua após a publicidade
Publicidade