Parou de amamentar e engordou? Entenda por que isso é normal

Sim, o aleitamento materno enxuga uns bons quilos. Mas, depois que ele acaba, o peso tende a aumentar novamente. Saiba como contornar o quadro

Muita gente acha que amamentar é sinônimo de emagrecer. E isso é verdade – mas só até certo ponto. Nos primeiros meses de aleitamento é quando a perda de peso acontece, devido ao processo de produção do leite (que consome bastante energia) e à alta ingestão de água, essencial para que o alimento seja disponibilizado e para a limpeza de toxinas. “As noites maldormidas das semanas iniciais e o stress também contribuem para a eliminação dos quilos ganhados durante a gravidez”, observa a ginecologista Adriana Feital, do Rio de Janeiro.

Leia mais: 12 dicas para aumentar a produção do leite materno

Quando a mamãe já está adaptada, porém, a fome começa a aumentar e se mantém firme e forte até depois do desmame. Isso porque, para compensar as calorias extras que está gastando, o corpo entende que precisa consumir uma maior quantidade de alimentos e em maior frequência. O problema é que o organismo continua nesse ritmo mesmo depois de você parar de amamentar. Aí é preciso reeducar o cérebro a comer corretamente, caso contrário o ponteiro da balança passa a subir cada vez mais.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

“Além disso, os primeiros anos de vida do bebê são extremamente cansativos, o que impede muitas mulheres de praticarem atividade física”, analisa Adriana.

Vire o jogo

O segredo para se manter em forma após a amamentação está na força de vontade e na atenção redobrada na hora de montar o prato. “O ideal é fazer um acompanhamento nutricional após a gravidez e aprender o que deve ser adicionado ao cardápio para driblar a fome exagerada”, sugere a especialista.

Praticar atividade física também é fundamental. Não estamos falando de conquistar uma barriga chapada em tempo recorde, mas de incluir exercícios na rotina assim que o médico liberar – em geral, de 30 a 40 dias após o nascimento.

Fique por dentro: Treino para recuperar a força do abdômen após a gravidez

E não se esqueça: seja no pós-parto, seja depois que o aleitamento terminar, o acompanhamento de um profissional de educação física é fundamental para que seu treino seja adequado aos seus objetivos e à sua rotina.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s