Giovanna Ewbank revela quatro atitudes boa forma

A vida de Giovanna é muito mais do que suor e restrição. A atriz escolheu o caminho da saúde, da simplicidade e da conexão com a natureza para ser feliz. A beleza e o alto-astral dela só provam que os movimentos dessa gata estão dando certo

Por Olga Penteado (colaboradora) Atualizado em 28 out 2016, 12h12 - Publicado em 30 jan 2015, 09h12

A não ser pelos olhos azuis cristalinos, herança dos antepassados escoceses, o corpo sequinho, a barriga inacreditavelmente desenhada, as pernas torneadas e até a pele luminosa de Giovanna Ewbank são frutos de bons hábitos e de muita disciplina. Para quem acredita, o segredo pode estar no zodíaco: do signo de Virgem com ascendente em Virgem, ela é duplamente determinada e busca a perfeição em tudo que faz. Somam-se a esses atributos um sorriso que transborda simpatia e um lifestyle relax, conectado com a natureza, e Giovanna se transforma fácil, fácil em inspiração para qualquer mulher. Mas não é só isso: existe uma vida de verdade por trás dos filtros do Instagram, com dilemas amorosos e cenas supercomuns do dia a dia de um casal. Há cerca de seis anos, quando foi morar com o ator Bruno Gagliasso, o café da manhã do marido era pão branco com queijo e  refrigerante. No almoço, arroz, feijão, farofa, batata frita e bife! No começo, ela gostou da comilança. Mas, em pouco tempo, engordou, o intestino já não funcionava tão bem, a pele ficou feia. Resolveu dar um basta e mudar a alimentação da casa. “Não é fácil passar por uma reeducação alimentar. Acompanhei o Bruno, que precisou de três anos para gostar de comida saudável”, conta. Teve persistência para colocar na linha não só o marido como também Jane, uma cozinheira de mão cheia. “Ela reclamava que os pratos iam ficar sem gosto. Minha amiga Andrea Santa Rosa, que é nutricionista funcional, me ajudou com receitas saborosas e saudáveis, que substituem as versões calóricas.” As que fazem sucesso são a lasanha de berinjela e o espaguete de pupunha e abobrinha. 


ATITUDE 1:escolher a dedo o que coloca no prato

“Não existe um único alimento responsável por deixar o corpo em forma. É o conjunto deles que faz a diferença”, acredita Giovanna, que segue as recomendações da nutricionista Andrea Santa Rosa, do Rio de Janeiro. Quando acorda, bate um suco verde com couve, maçã-verde, pepino, aipo, inhame e gengibre, além de cenoura – rica em betacaroteno, protege a pele dela do sol. Depois de meia hora, senta-se à mesa para o café da manhã: omelete, tapioca de queijo branco e peito de peru e chá gelado. “Para o lanche, carrego comigo amêndoas e outras oleaginosas, que contêm selênio e ajudam a prevenir manchas no rosto. Também misturo chia, que sacia sem estufar”, conta. O peixe, geralmente refogado, é a estrela do cardápio no almoço. E vem acompanhado de salada de folhas verde-escuras e arroz integral. “Gosto de tilápia e atum. Salmão, só cru”, fala. À tarde, uma delícia saudável entra em cena para aplacar o desejo por doce: tapioca com ganache de cacau orgânico e coco fresco ralado. “Tem gordura boa e substâncias antioxidantes”, explica. Para terminar o dia, repete a salada no jantar e acrescenta purê de mandioquinha e frango grelhado ao limão. “Em casa, fritura não tem mais vez. De feijão, eu gosto, mas evito porque dá uma inchadinha.”

“Minha mãe e meu pai sempre tiveram um estilo de vida saudável”, conta a paulistana, radicada no Rio de Janeiro. Muito antes de o suco verde virar moda, ela levava na lancheira um mix de beterraba, cenoura e couve. “Morria de vontade de comer os biscoitos recheados das amiguinhas”, confessa. Hoje, agradece aos pais os bons hábitos que carrega da infância. Ovo e peixe, por exemplo, estão na lista dos alimentos favoritos. “Fonte de ferro e biotina, o ovo é essencial para a saúde da pele e do cabelo. Tem proteína de boa qualidade para a construção de músculos”, explica Andrea Santa Rosa. Já o peixe, segundo a nutricionista, tem uma substância, a fosfatidilserina, que reduz a produção de cortisol, hormônio que favorece o aumento de gordura. Mas a atriz e modelo, de 28 anos, não é radical: “Comer é uma felicidade, um prazer. Às vezes, exagero e ataco uma pizza acompanhada por refrigerante. Mas depois malho mais ou como menos”, conta a adepta da infalível lei da compensação. Se não tem tempo para treinar, dá uma corridinha na esteira e sai para passear com os cachorros. Tem oito – cinco no Rio e três em São Paulo. “Desde criança, resgato animais na rua. Herdei a paixão por eles da minha avó Cleusa, que me ajudava a cuidar dos bichos”, recorda. O companheiro de todas as horas – dela e do Bruno – é o Zeca, um golden bem-educado, que frequenta restaurante e dorme no quarto do casal. “Quando o Bruno viaja, deixo todos entrarem, até o Favela, um vira-lata terrível, mas supersimpático”, fala. 


ATITUDE 2: mexer o corpo sempre, sempre, sempre

Quando Giovanna diz que malha desde criancinha, não exagera. Praticou natação, judô, tae-kwon-do, vôlei, tênis e ginástica olímpica. Mas, diferentemente das garotas da sua geração, não fez balé. “Fui uma única vez, adorei a roupa, mas achei a aula lenta”, diz. Em 2014, porém, a dança entrou de novo na sua vida – e, dessa vez, veio para ficar. “No Dança dos Famosos, descobri um novo prazer e entendi que nada é impossível. Se você realmente quer algo e se dedica de verdade, chega lá”, fala. O preparo físico para a  competição, ela já tinha de sobra. Há cinco anos, treina com Chico Salgado, o personal das celebridades. “A aula dele mudou o meu corpo.” Chico criou o Personal Fight, ginástica com movimentos de luta. No treino da Giovanna, os exercícios funcionais também entram em cena – o trabalho é intenso e dá resultado rápido. Ela prefere fazer atividade física ao ar livre, no jardim de casa e na praia. “Quando acabo o exercício, estou zerada: deito na grama, rezo e mentalizo coisas boas para renovar as energias.” 


ATITUDE 3: transformar o loiro em uma marca registrada

“Ser loira dá trabalho, mas vale a pena.” Essa é a máxima da atriz quando o assunto é cabelo. O tom natural já era realçado por luzes, mas Giovanna assumiu a loirice de fato para viver Suely na novela Escrito nas Estrelas, exibida em 2010 na TV Globo. E nunca mais voltou a ser morena. “Iluminou meu rosto”, fala. No ano passado, platinou os fios para fazer a novela Joia Rara e até hoje está recuperando os danos de um processo agressivo com descolorante. Desde então, faz tratamentos constantes e, recentemente, conheceu o Spa Dios, salão famoso entre as paulistanas e que está abrindo filial no Rio de Janeiro. “Uso duas técnicas no cabelo dela, uma que devolve os aminoácidos aos fios e outra à base de vitaminas, que trata também o couro cabeludo”, conta Déia Dios, dona do espaço. Assim como outras famosas, aderiu ao corte na altura dos ombros, chamado de long bob. “Giovanna chegou ao salão determinada. Eu teria deixado mais longo, mas ela quis cortar”, lembra Anderson Couto, da Casa Magestic, no Rio de Janeiro. “É tão prático e fica bagunçadinho, do jeito que eu gosto.” Anderson também é o responsável pela coloração, um mix de pigmentos dourados e cinza, mais claro nas pontas. 


ATITUDE 4:criar um estilo próprio: relax e sexy na medida

A moda do shortinho jeans destroyed e do top cropped não poderia ser mais oportuna para Giovanna – afinal, para que esconder o resultado do esforço diário na malhação? Mesmo  usando e abusando de peças curtinhas, a atriz, que chegou a fazer faculdade de moda e é filha de uma designer têxtil, não perde a elegância. O segredo, além de um apurado faro fashion, é manter seu bom senso de virginiana. Se veste um short, dispensa o salto alto e opta por uma camiseta mais longa. Adora os vestidos, superversáteis, que podem ser usados com ou sem salto, dependendo do modelo e da ocasião. “A moda normcore, que significa normal e despretensiosa, é a minha cara! Meu uniforme de verão: short jeans, camiseta, alpargata e zero make! Sempre prezo o conforto. Também estou apostando no look branco total. Fica lindo e fresco”, fala. 

 

Continua após a publicidade
Publicidade