Reverse washing: lavar o cabelo “na ordem contrária” está ganhando adeptos

Famoso nas redes sociais, a técnica promete maior hidratação dos fios

Por Amanda Ventorin Atualizado em 27 jan 2022, 14h30 - Publicado em 26 jan 2022, 10h00

Nos últimos tempos, o reverse washing tem ficado famoso nas redes sociais – o ato de condicionar o cabelo e só depois higienizá-lo vem ganhando adeptos e promete um melhor resultado na hidratação dos fios do que o método tradicional de higienizar antes de condicionar.

O que é reverse washing?

A técnica consiste em molhar os cabelos e aplicar o condicionador antes mesmo do shampoo, para que o fio já fique condicionado a absorver todo o tratamento que o produto tem a oferecer.

Depois do enxágue do condicionador é que, de acordo com o protocolo, aplica-se o shampoo para, então, fazer a limpeza do couro cabeludo e retirar o excesso que ficou no fio, aplicando novamente o condicionador apenas para ajudar a desembaraçar os fios e selar as cutículas.

A lavagem do cabelo reversa ajuda a limpar o cabelo suavemente, deixando-o mais macio, mas não mude para a lavagem do cabelo reversa de uma vez”, conta a profissional Luciana Passoni, tricologista, “Use a lavagem reversa do cabelo uma vez por semana, por cerca de um mês, para notar mudanças em seu cabelo“.

Benefícios da técnica

Se você quer mais volume, essa técnica é para você. A dermatologista e tricologista Bruna Carvalho Furtado explica que, ao usar o shampoo por último e só um pouquinho de condicionador depois, deixando o desembaraço para o início, você permite que as cutículas do fio estejam mais abertas, deixando-o mais volumoso.

Além disso, o reverse washing ajuda a melhorar a textura do cabelo liso sem brilho, permite uma melhor nutrição dos fios, ajuda com a oleosidade e previne, também, o acúmulo de produtos no couro cabeludo, o que pode levar ao entupimento dos poros.

Continua após a publicidade

Como fazer? 

Luciana Passoni ensina o passo a passo:

  • Molhe bem o cabelo com água fria ou morna (evite o uso de água quente).
  • Aplique o condicionador em todo o comprimento do cabelo e deixe agir. Não aplicar no couro cabeludo e nas raízes para evitar a oleosidade
  • Enxague o cabelo suavemente com água (não esfregue os fios)
  • Aplique o shampoo normalmente e enxague o cabelo. Caso necessário, repita a lavagem com o shampoo.
  • Aplique, em pouca quantidade, o condicionador novamente e enxague bem.
  • Agora é só secar levemente com uma toalha e finalizar. Não esqueça de usar um protetor térmico se for usar secador, chapinha, modelador…

E quem pode fazer? De acordo com a profissional, aquelas que possuem cabelos de baixo volume, secos, danificados ou crespos são as que mais podem se beneficiar da técnica, mas ela está disponível para todos.

Reverse washing é o mesmo que pré-poo?

Apesar de possuírem propostas parecidas (o pré-poo consiste em “enluvar” o cabelo com máscaras ou óleos para evitar o ressecamento causado pelo shampoo), são coisas diferentes.

O Pré-poo é feito nos fios secos, pré-banho, e com uma base neutra que deve ser escolhida conforme a necessidade de cada tratamento (te ensinamos alguns protocolos aqui). A técnica capilar serve para proteger os fios antes do uso do shampoo, evitando que o produto danifique a extremidade das madeixas enquanto limpa. Ele prepara os fios com uma dose extra de hidratação e óleos para a limpeza com o shampoo que vem na sequência. Podemos usar máscara capilar, condicionador neutro, manteigas ou óleos vegetais como base.

Já o reverse washing é o ato de inverter a ordem da higienização no banho, ou seja, com os fios já molhados, para que o fio absorva melhor a hidratação.

 

    Continua após a publicidade

    Publicidade