Publicidade
Priscila Conte Vieira: a psicóloga especialista em psicologia positiva é a nova colunista da BOA FORMA Terapia e felicidade, com Priscila Conte Vieira A psicóloga Priscila Conte Vieira (CRP 08/30418), especialista em psicologia positiva, auxilia você a ter uma vida mais leve e mais feliz!
E se eu te contar que a vida real pode ser ainda melhor que os seus sonhos?
O assunto é pouco discutido, mas de extrema importância
Quando precisa fazer algo pela primeira vez… Isso te gera muito estresse e irritabilidade? Se sim, fica aqui e leia esse texto!
E quando percebemos que estamos vivendo em meio ao caos com tudo acontecendo ao mesmo tempo? O texto de hoje é para te auxiliar com esses momentos
Cada dia mais ouvimos que é necessário ser mais vulnerável, porém é preciso tomar cuidado para não se tornar a vítima da sua própria história
Já sabemos que o botão mágico, resolvedor de todos os problemas não existe, mas há um segredo para viver a vida dos seus sonhos e vou te contar! 
Você não é um robô! Você tem sentimentos e também precisa de pausas no cotidiano
Veja dicas para aproveitá-la
Que tal tentar cuidar dos seus 365 dias com zelo, amor e carinho?
Como retornar à rotina, ou pegar no tranco, daqui para frente?
Veja um teste para entender se você está dependente
Quando pedem para se definir, você cita sua profissão... relações...?
Dicas para você conseguir se impor mais
Cada dia vemos mais pessoas ansiosas e tendo alguns problemas no cotidiano decorrente desses sintomas. Hoje quero te dar dicas para ter uma vida mais leve!
Quem organiza sua rotina, é você mesmo ou seu trabalho? Você tem tempo para si? Consegue ter momentos de prazer no dia a dia? 
Se você, assim como eu, tende a controlar todas as coisas ao seu redor e, quando por algum motivo não consegue, sofre muito com isso, esse texto é pra você! 
Um guia de como definir e manter suas metas neste ano
Quais as melhores perguntas para se fazer e avaliar o seu ano?
Em caso de síndrome de Grinch, é possível buscar maneiras de trazer novos significados para essa época do ano
Ao invés de se culpar, que tal pensar na responsabilização por algum comportamento?!
Publicidade