Ela conseguiu: eliminou 31 kg em 8 meses com a dieta Dukan

Depois de tentar várias dietas, a monitora de pesquisa clínica Laura Mello, 28 anos, se encontrou no método Dukan e alcançou seu objetivo

Entenda o método

Mais do que eliminar os quilos rapidamente, a dieta Dukan promete manutenção do peso por toda a vida. E o sucesso se deve também à promessa de “comer à vontade” determinados alimentos. Conheça as etapas do programa.
 
Ataque: dura de um a cinco dias (você faz esse cálculo no site da dieta Dukan) e tem como objetivo enxugar até 2 quilos, tendo no cardápio carne magra, frango e peixe à vontade, além de porções moderadas de ovo, queijo e iogurte 0% gordura e leite desnatado. 
 
Transição: sinal verde para verduras e legumes (menos batata). A perda de peso continua, porém mais lentamente. Você pode permanecer nessa etapa até atingir seu objetivo na balança. 
 
Consolidação: estão liberadas frutas e porções controladas de pães e massas integrais, além do jantar de gala (refeição livre). Laura atualmente está nessa fase. “Ela deve durar dez dias por quilo perdido – no meu caso são 290 dias. Sigo firme e forte”, conta.
 
Estabilização: assim que atingir seu objetivo, é só cumprir a etapa da manutenção uma vez por semana para nunca mais engordar.

O peso ideal

Emagrecer mais e mais nem sempre é a melhor opção. Foi essa a conclusão a que Laura chegou. “Quando me casei, em maio de 2014, havia chegado aos 62 quilos. Só que, para segurar esse peso, a dieta era muito restritiva e estava difícil manter o ritmo. Percebi que valia a pena comer um pouquinho a mais e ficar nos 64 quilos. E estou muito feliz assim.”

Eu consegui:

“Desde pequena lutei contra a balança. Aos 14 anos comecei a frequentar spas, mas não adiantava muito porque eu era sedentária e gulosa. Até que passei a ganhar 3 quilos, em média, por ano. Assim, em 2012, cheguei aos 95 quilos.

Só subia na balança em consultas médicas, quando era realmente necessário – e sempre me assustava com o resultado. Começava uma dieta e logo desanimava. O problema maior: já estava conformada com meu peso. Também não gostava de tirar fotos e comprar roupas passou a ser um problema enorme. Sem falar na saúde – eu tinha refluxo, gastrite, azia, gordura no fígado e pressão alta.

Quando meu noivo me pediu em casamento, em janeiro de 2013, resolvi que era hora de me mexer de verdade. Afinal, queria estar bonita no grande dia. Procurei um personal e comecei fazendo musculação três vezes por semana. Mas não cuidei da alimentação. Em quatro meses, percebi que essa rotina foi o suficiente para impedir que engordasse mais. Mas, para queimar gordura, seria preciso mudar hábitos.

Nunca tive disciplina com dietas e tenho dificuldade em comer pequenas porções. Até que uma amiga me apresentou a dieta Dukan – focada em proteína, pouco carboidrato e o mínimo de gordura até atingir o peso. Antes de começar, pesquisei bastante, comprei o livro Emagreça sem Sacrifícios, de Pierre Dukan, e mudei meu carrinho de compras. Segui à risca.

O fato de poder comer a quantidade que quisesse dentro dos alimentos indicados me deixava menos ansiosa. Não foi fácil, pois até o corpo se acostumar demora. Transformei meu estilo de vida: nos primeiros três meses deixei de sair à noite, passei a cozinhar todas as minhas refeições e a comer em casa. A primeira vez que fui a um aniversário após ter iniciado a dieta, sai chorando antes do bolo, pois era difícil resistir à tentação.

Além da reeducação alimentar, passei a fazer exercícios cinco vezes por semana. Perdi os primeiros 10 quilos em menos de um mês. O resultado rápido foi animador e motivou outras pessoas ao meu redor, como meus pais e três colegas do trabalho. Parecia impossível perder os últimos quilos, mas, depois de oito meses, cheguei aos 64 quilos, meu peso ideal.

Havia eliminado 31 quilos e diminuído cinco números no manequim (de 48 para 38). Minha irmã mais velha é bem magra e eu nunca tinha conseguido usar suas roupas. No dia em que experimentei uma calça dela e serviu, me senti a pessoa mais feliz do mundo. A saúde também ficou ótima: não tenho mais azia, a pressão arterial se regularizou e reduzi a gordura no fígado.

Até meu sono melhorou e eu me tornei uma pessoa mais disposta. Hoje me exercito duas vezes por semana e pedalo aos domingos. Viajo muito a trabalho e levo roupa de ginástica para todos os lugares. Assim, mesmo fora, dou um jeito de fazer atividade física.

E continuo seguindo o programa Dukan. Na fase atual, meu cardápio contém basicamente salada, legume, fruta e carne magra. Uma vez por semana, geralmente aos sábados, me permito um jantar de gala. Quando escapo da dieta, controlo no dia seguinte e fica tudo certo.

O objetivo agora é manter o peso por um ano. Entendi que não tem milagre. É preciso se reeducar para que a mudança aconteça e seja definitiva.

Peso atual: 64 kg | Altura: 1,65 m

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Caramba, fiquei impressionado, meus parabéns, seguir essa dieta assim por muito tempo assim não deve ser nada fácil, mas dentre as que vemos por aí ela é “de fácil adapatação” o que mais dificulta mesmo são os desejos e os eventos socais que sempre esbarram em alguma comidinha.
    Encontrei um outro site que tem umas receitas e cardápios dentro da dieta Dukan que estão me ajudando também, confira lá depois.

    Curtir

  2. Valeu pelo depoimento. As dietas que só restringem acabam dificultando quem quer segui-las. A Dukan, restringe por um lado mas libera por outro. Acho importante que as pessoas vejam a opinião de quem passa pelo processo. Mas buscar conhecer um pouco mais sobre a dieta (como aqui), ajuda a tirar o preconceito sobre essa dieta em específico.

    Curtir