Os alimentos que melhoram (e pioram!) o desempenho no trabalho

Para aumentar a produtividade, você não precisa fazer gerenciamento de tempo, chegar mais cedo ou trabalhar em casa. A solução? Apostar em alguns alimentos que colaboram com o desempenho!

Se você passa o dia lutando para se manter focada ou costuma bocejar nas reuniões matinais, você não está sozinha. Parece que não, mas a sua dieta afeta (e muito!) o seu ritmo de trabalho. O baixo consumo de alimentos que fornecem energia, por exemplo, tem influência direta na sua motivação, no humor, nos relacionamentos e também no desempenho. Por isso, ao invés de pegar um bolinho açucarado para o lanche da tarde, procure umas dessas alternativas mais saudáveis ​:

1. Mirtilo
Rico em polifenóis, antioxidantes e compostos anti-inflamatórios, o mirtilo tem um impacto positivo no sistema nervoso e, consequentemente, na função do cérebro. Ele ajuda a combater a perda de memória e também melhora o humor.

2. Semente de abóbora

Comer um punhado de sementes de abóbora a cada dia fornece boas porções de zinco, que é essencial para aumentar a capacidade cerebral e melhorar a memória e a concentração.

3. Tomate
Os tomates contêm um antioxidante chamado licopeno, que evita que os radicais livres danifiquem as células do cérebro. Ao impedir os danos celulares, a sua atenção, memória e habilidades para resolver problemas serão preservadas e aperfeiçoadas.

4. Espinafre
Assim como os tomates, o espinafre contém antioxidantes que combatem os radicais livres. Uma pesquisa da Universidade do Sul da Flórida, Estados Unidos, realizada com ratos, revelou que o consumo de espinafre melhorou as habilidades de memória e de aprendizagem. A maneira mais fácil de consumir o alimento é adicionando a folha crua na salada ou comer cozido com ovos mexidos.

5. Chá verde
Para quem deseja largar o vício do café, o chá verde é uma ótima alternativa. Ele contém menos cafeína do que o café, também funciona como estimulante e ainda melhora a sua saúde devido à quantidade de antioxidantes e flavonoides que possui.

6. Nozes
Um estudo do British Journal of Nutrition, no Reino Unido, mostrou que comer pequenas porções de nozes aumenta as suas habilidades de raciocínio. Isso acontece porque ele é rico em compostos neuroprotetores, como ômega-3, ácidos graxos, polifenóis e antioxidantes. Como apostar? Coloque na salada, no mingau ou no iogurte.

7. Grão-de-bico
O grão-de-bico contém magnésio que acelera a transmissão de mensagens entre as células do cérebro e relaxa os vasos sanguíneos. Isso ajuda a aumentar o fluxo de sangue e oxigênio para o cérebro. Ou seja, mais energia para o trabalho.

8. Ovo
O ovo não é rico apenas em proteína. A gema concentra uma boa dose de colina, integrante do complexo B que, por contribuir para a formação de novos neurônios, é considerado valioso para a saúde do cérebro. Já as substâncias antioxidantes, como as vitaminas A, D, E e K, selênio, magnésio, zinco, ferro, cálcio e manganês dão ao ovo o poder de combater o envelhecimento precoce das células, afastando o aparecimento de rugas, além de reduzir o risco de doenças crônicas como hipertensão.

9. Vegetais
Brócolis e couve-flor são ótimas fontes de colina, peça-chave para os impulsos nervosos. Ela ajuda o cérebro a processar a informação armazenada e pode melhorar a memória, que costuma se desgastar com a idade.

10. Alho
O alho contém iodo, que é importante para a produção do hormônio da tiroide. Esses hormônios são necessários para desenvolvimento e funcionamento cerebral. Além disso, o iodo também contribui para que o tecido nervoso a funcione corretamente.

11. Beterraba
Ela está recheada de nitratos naturais, que ajudam a aumentar o fluxo sanguíneo para o cérebro. Isso vai melhorar o seu foco e seu desempenho.

12. Linhaça
Sempre que falamos em alimentos saudáveis a linhaça tem seu lugar garantido na lista. A semente é considerada um importante alimento funcional, que dá origem ao ômega-3, um ácido graxo com ação anti-inflamatória e antioxidante, importante no combate ao envelhecimento celular.  Além disso, ela melhora a função do córtex cerebral, área do cérebro responsável pelas habilidades motoras.

 13. Amêndoa
Nutritiva, a amêndoa tem gorduras do bem que acelera a perda de peso e são necessárias para reduzir a inflamação nas articulações e melhorar o humor. Tudo para manter o seu corpo trabalhando de forma mais eficiente.

14. Cafeína
Quando consumida com moderação, ela pode ser uma boa opção para ficar mais ligado, melhorar o desempenho e ainda reduzir o risco de Alzheimer e diabetes. Se você pegar um café depois do almoço pode se sentir mais animada para continuar o dia ou apenas evitar que você fique com sono no fim da tarde.

15. Sardinha
Rico em vitamina D, o peixe ajuda a aumentar o crescimento dos nervos no cérebro e alimenta as células envolvidas no planejamento, processamento de informações e memória. Inclua o alimento pelo menos duas vezes por semana no cardápio para diminuir as infecções, oscilação de humor, ossos e articulações doloridos.

16. Chocolate meio amargo
O chocolate meio amargo contém magnésio, que ajuda a liberar a endorfina e a serotonina. Com isso, você manda embora o stress e, em seguida, ganha humor. Em pequenas doses, ele ainda pode aumentar o seu foco. E mais: o alimento também contém uma pequena quantidade de cafeína, que ajuda a aumentar a sua agilidade. Só não vale apostar no chocolate tradicional, porque isso pode causar fadiga.

17. Iogurte
Uma pesquisa da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, revelou que as mulheres que apostam no iogurte apresentam conectividade neural mais forte entre a massa cinzenta periaquedutal – área da dor e da emoção – e o córtex pré-frontal, que são responsáveis pela decisões.

18. Berinjela
A berinjela é rica em antocianina, pigmento responsável pela cor roxa, que protege as células do envelhecimento precoce. Esse antioxidante protege as gorduras das membranas celulares que, por sua vez, é essencial para a saúde do cérebro.

Evite batata, pão branco e massa

Os alimentos que contêm carboidratos refinados, como batata, pão branco, macarrão branco e fast-food, consomem muita energia para serem digeridos, fazendo com que você se sinta cansada e lenta no trabalho. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s