3 momentos em que o chocolatinho está liberado. Descubra

Sim, a vida fica mais doce, saudável e feliz!

Por Redação Boa Forma Atualizado em 27 out 2016, 19h57 - Publicado em 13 abr 2016, 11h24

Pode comemorar! A ciência explicou por que devemos comer chocolate com frequência, inclusive no café da manhã. Em um estudo conduzido pela Universidade de Syracuse, nos Estados Unidos, os pesquisadores descobriram que o consumo da delícia potencializa as funções do cérebro. Resultado: os voluntários que ingeriram o chocolate uma vez por semana tiveram suas funções cognitivas elevadas. Mas, essa não é a primeira vez que os cientistas compartilham os benefícios do docinho.  

Uma pesquisa realizada, em parceria, pela Harvard Medical School e o Hospital Brigham and Women, revelou que o consumo de chocolate para pessoas com idades entre 67 e 77 aumenta o fluxo sanguíneo no cérebro. No estudo, os voluntários foram orientados a beber chocolate quente duas vezes por dia durante 1 mês. O hábito aumentou em 30% a capacidade de memória e habilidades de pensamento, e em 8,3 % o fluxo sanguíneo no cérebro. Ótima notícia, não?

Se você quiser usar o chocolate a seu favor, aqui estão três outras situações em que o docinho está liberado:

1. Antes de estudar ou fazer uma prova
Um experimento da Universidade de Northumbria, no Reino Unido, fez com que 30 voluntários consumissem flavonoides (um composto de chocolate) via chocolate quente. Depois, eles foram divididos em três grupos e instruídos a contar de trás para frente a partir de um número aleatório entre 800 e 999. As pessoas que consumiram a bebida foram capazes de contar mais rápido e com mais precisão. Isso aconteceu, segundo os pesquisadores, porque os flavonoides aumentam o fluxo sanguíneo no cérebro. Por isso, se você precisa estudar com foco e precisão é bom manter um pedacinho de chocolate por perto.

2. Antes de dormir
Ironicamente, a mesma comida que ajuda o seu cérebro a trabalhar de maneira mais eficiente também faz você dormir melhor. A ciência já descobriu que a serotonina presente no chocolate meio amargo é ótima para relaxar o corpo e a mente. Só cuidado: o chocolate ao leite é um estimulante e o efeito pode ser reverso.

Continua após a publicidade

3. Quando você está chateada
O chocolate meio amargo estimula a produção de endorfina, substância ligada à sensação de prazer e do bem-estar. Além disso, a serotonina (que já foi mencionada) funciona como um antidepressivo natural. Está chateada com algo? Coloque um pedacinho de chocolate amargo para ficar mais feliz.

Um brinde ao chocolate!

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade