4 atitudes para prolongar sua vida

Acredite: é possível ter mais longevidade com algumas práticas simples, como observar o seu corpo e cultivar um jardim.

Estar bem consigo mesma é fundamental para garantir uma saúde física e psicológica.
Foto: Mari Queiroz

 

É possível viver mais? Sim. Fazer atividade física regularmente, manter uma dieta equilibrada, controlar o peso, evitar o stress e não fumar pode prolongar a vida em até 14 anos, aponta um estudo da Universidade de Cambridge e do Conselho de Pesquisa Médica de Norfolk, na Inglaterra. Mas dá para viver melhor? Com certeza. “Basta cultivar alguns hábitos simples, como almoçar na mesma hora todos os dias”, garante o médico norte-americano David B. Agus, presidente do Conselho de Genética da Agenda Global, do Fórum Econômico Mundial, e autor do livro Guia Rápido para uma Vida Longa (Intrínseca). Confira algumas de suas sugestões.


1. Tenha uma rotina
Seu corpo ama a previsibilidade. Você acordou hoje na mesma hora que ontem? Vai almoçar no mesmo horário? “Uma das melhores formas de reduzir o stress e alcançar o equilíbrio é seguir uma rotina – até nos finais de semana e nas férias”, diz Agus. Segundo ele, assim como você tem de tomar um remédio em determinada hora, é preciso manter a disciplina em relação aos horários do sono, das refeições e da atividade física.


2. Fique nua
Ok, todo dia você tira a roupa para tomar banho. Mas qual foi a última vez que se deu uma boa olhada – de frente e de costas – diante do espelho? “A pele é um indicador do estado do nosso corpo como um todo. Manchas, erupções e outras marcas podem sinalizar que algo não vai bem”, alerta o especialista. Ainda vale apreciar a própria aparência. “Veja o quanto você está bem. Estar à vontade com sua imagem contribui para sua saúde física e psicológica.”


3. Peça ajuda
Não presuma que você pode resolver tudo o tempo todo. “Esteja disposta a ceder e aproveite os benefícios da sabedoria e da experiência alheias, que podem ajudá-la a aliviar o stress diante de uma crise”, sugere o médico.


4. Cultive um jardim
Não há nada que você possa comprar no supermercado ou na feira que se compare, em termos nutricionais, aos alimentos que colhe ao lado da sua cozinha e usa diretamente em suas receitas. Que tal começar cultivando ervas e temperos?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s