10 dicas de Geovanna Tominaga para correr uma maratona

A jornalista apertou o passo para participar de uma prova de 42 k e conta suas dicas para você também ir longe.

Para muitas mulheres, a ideia de correr uma maratona é absurda. A rotina apressada ou a dedicação necessária para se preparar são algumas das desculpas para evitar a prova. E se você pensa que isso acontece só com você, está enganada. Para a jornalista e apresentadora Geovanna Tominaga, a atividade não estava nos planos. “Sempre me interessei por esportes, mas nunca gostei de correr. Nas aulas de educação física, pedia para o professor me deixar andar na meia ponta!”, confessa.

Porém, mesmo com toda a sua aversão a corridas, Geovanna decidiu se desafiar quando uma prima a convidou para correr na Maratona do Rio. “Se eu conseguir concluir a prova acho que posso fazer qualquer coisa nessa vida. Por isso, estou treinando sério para alcançar essa marca, até agora já foram sete semanas seguidas”, conta.

Por isso, se você está precisando de um incentivo para criar coragem e participar de uma prova, confira as dicas de Geovanna para ir longe:

1. Trace objetivos reais
Segundo Geovanna, o ideal é colocar pequenas metas a serem batidas, para que você sinta que está sempre progredindo. “Não compare seu desempenho com o do colega ao lado, o único recorde que deve ser batido é o seu próprio. Senão, você vai acabar desistindo nos primeiros minutos”, aconselha.

2. Use os equipamentos certos
Outra dica da apresentadora é escolher o tênis correto não apenas para a atividade, mas também para o seu tipo de pisada. “Depois que decidi correr a maratona, fui até uma loja especializada. Acabei descobrindo que não usava o modelo certo e acho até que não gostava do esporte por esse motivo”, conta. Por isso, antes de começar os treinos, faça o teste da pisada (disponível em grandes lojas esportivas) e identifique o modelo ideal para que você não sinta dores.

3. Faça uma avaliação
Embora pareça contraditório, essa dica vale ouro! Segundo Geovanna, antes de qualquer coisa é necessário buscar orientação. “Primeiro faça uma avaliação médica para descobrir se você está em condições de correr. Depois, encontre um profissional que possa te ensinar sobre ritmo, respiração, mecânica corporal, etc.”, ensina. Para se preparar, a apresentadora procurou uma aula de Running, que intercala treinos de diferentes estilos.

4. Pergunte, pergunte, pergunte…
Se você não tem intimidade com uma rotina de treinos, seja na academia ou num grupo de corrida, pode acabar assustada, como lembra Geovanna: “Eu me senti um pouco perdida diante de tanta novidade, por isso, pedi a ajuda da professora e fiz tantas perguntas quanto o meu fôlego aguentou”. Por isso, lembre-se: você não tem a obrigação de saber como programar a esteira ou o relógio de corrida e, menos ainda, entender todo o vocabulário dessa tribo.

5. Deixe a roupa separada
Não é novidade para ninguém que sair de casa para malhar, seja de manhã ou depois do trabalho, é um verdadeiro sacrifício. Para driblar a preguiça, Geovana ensina: “deixe a roupa da corrida separada e a mala pronta. Assim, você não vai ter desculpas para não se exercitar”.

6. Faça uma playlists
A música pode ser um excelente estimulante para o seu treino. Por isso, prepare uma lista com as suas batidas favoritas para não desanimar durante o treino. “Procuro escolher aquela música que me faz querer pular, dançar e gritar! Ando ouvindo muito Happy, do Pharrell Williams. E Tropa de Elite, do Tihuana, muito boa quando o combustível está entrando na reserva”, entrega.

7. Presenteie-se
“Assim que você atingir sua primeira meta, premie-se. Pode ser uma sobremesa que você adora, o CD daquele cantor incrível ou até um tênis ou roupa nova para arrasar na academia”, ensina a jornalista.

8. Procure por boa companhia
Fazer atividade física pode ser muito solitário e, eventualmente, isso vai acabar desestimulando você. Por isso, Geovanna aconselha a encontrar uma companhia. “Procure aquela pessoa parceira, que não vai deixar você desistir no meio da corrida nem abandonar o treino nos dias de chuva. Às vezes, a gente precisa mesmo de um empurrãozinho para seguir em frente”, observa.

9. Varie o cenário
Se você corre todos os dias na esteira, olhando para a parede da academia, ou passa pelas mesmas árvores por sete ou oito voltas, inevitavelmente vai acabar entediada. Por isso, mude de ambiente. “Corra na esteira, na rua, na areia, na grama, no parque…”, ensina a jornalista. “Mudar de ambiente e cenário deixa para trás qualquer rastro de tédio. Sem contar que treinar em terrenos diferentes aprimora o seu desempenho”.

10. Persista por um tempo
Segundo Geovanna, mesmo que o início do treino pareça chato, você deve insistir por mais um tempo. “A serotonina, substância química ligada ao prazer, só é liberada depois de aproximadamente 15 minutos de exercícios físicos. Após esse período, vai ser só festa!”, garante. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s