7 gafes que você comete sem perceber, mas que irritam seu personal trainer

Certas situações podem, sim, fazer com que o seu professor perca a paciência. Fique de olho e fuja de ciladas!

Por Maria Lúcia Zanutto Atualizado em 28 out 2016, 04h29 - Publicado em 15 jun 2016, 17h08

Você sabe se comportar na academia? Será que você não tem algumas atitudes que, sem perceber, estão incomodando professores e alunos? Convocamos o personal trainer Rodrigo Sangion, dono da academia Les Cinq Gym (SP), para dar alguns toques do que não fazer na academia. São eles:
 

1. Seu perfume é top, mas… 
O aroma daquela fragrância que você usa e custa caro pode ser bacana na balada ou quando você sai por aí, em ambiente aberto. Mas na academia, logo de manhã, não há nariz que aguente o cheiro. 

2. O aparelho não é seu!
Ok, você sabe que é bom revezar o aparelho na sala de musculação. Mas se faz isso com a amiga e, em vez de malharem, vocês resolvem colocar o papo em dia, monopolizando a máquina, muita gente não vai gostar. 

3. Não guardar o pesinho…
Você tem força para encher a máquina de peso, mas para tirar e guardar tudo no devido lugar depois de malhar, não há braço que aguente, certo? Por favor, essa desculpa não cola. O professor não tem obrigação de retirar os pesos que você usou. Muito menos os seus colegas da musculação.

4. Perguntas inconvenientes
“Eu treino direitinho, mas não vejo resultado algum. Por quê?”. “Eu faço dieta, mas estou sempre engordando. O que está acontecendo? ” Essas e outras perguntas jamais deveriam ser feitas, pois você sabe a resposta. Ainda mais insistentemente. “No fundo, a aluna não está fazendo o que foi recomendado, mas é mais fácil negar, pois isso traz conforto”, diz Sangion. “Até aí, tudo bem. O problema é querer enganar o professor de que está treinando corretamente ou seguindo a dieta recomendada”.

5. Não discuta com o personal!
Não se ofenda quando o professor chamar a sua atenção para a execução correta de um exercício que você está fazendo errado. “Mesmo que você malhe há muito tempo e se considere autodidata, o professor tem conhecimento de sobra para corrigir a sua execução. E é óbvio que ele quer que você faça direito para que o exercício seja melhor aproveitado”, explica Sangion. 

6. Bate-papo entre os exercícios? Aqui, não!
Por mais que você seja extrovertida e tenha muitos amigos na academia, jamais tire o foco da turma. O objetivo principal ali é malhar. Portanto, cuidado com a conversa fiada além do limite. 

7. O trânsito é problemático, mas o atraso é pior
Caso você tenha um personal trainer, fique sabendo que é muito chato atrasar para a aula. Uma vez ou outra, tudo bem. Mas se isso virar rotina… você vai atrapalhar a grade do professor. E talvez ele não consiga ficar com você o horário todo que seria seu. “O pior é não assumir o atraso e sempre arrumar uma desculpa, como o trânsito. Nesse caso, o professor também sabe que você está mentindo”, revela Sangion. 

Continua após a publicidade
Publicidade