3 micronutrientes que não podem faltar no cardápio de quem treina

Entenda por que o ferro e as vitaminas D e do complexo B são essenciais nas reações metabólicas no ganho de massa muscular

Por Marina Campos (colaboradora) Atualizado em 3 jun 2018, 15h36 - Publicado em 3 jun 2018, 15h29

Descubra quais nutrientes não podem faltar no seu cardápio para que todo o esforço do treino valha a pena. “Eles são essenciais para que as reações metabólicas aconteçam”, explica o nutricionista Rodrigo Moreira, porta-voz da marca de suplementos Probiótica.

Vitaminas do complexo B

Encontradas em ovos, peixes e na carne vermelha, elas atuam na absorção de proteínas e carboidratos e na oxigenação do corpo. “A deficiência prejudica bastante o ganho de massa muscular”, alerta o nutricionista Humberto Nicastro, da clínica Care Club, em São Paulo.

  • Vitamina D

    Troque algumas sessões indoor por atividades ao ar livre, afinal o sol é um dos responsáveis pela produção do nutriente, que exerce papel fundamental na absorção de cálcio pelos ossos. Além disso, a vitamina D participa do processo de hipertrofia e aumenta a força. Que tal uma calistenia no parque, então?

    GymPass BOA FORMA: treine em mais de 12 mil academias por um valor fixo

    Ferro

    Não é por acaso que ele leva esse nome.
“O nutriente transporta oxigênio para os músculos e sua falta causa fadiga, cansaço intenso e até anemia”, diz a nutróloga Esthela Conde, de São Paulo. Para nossa sorte, é fácil encontrá-lo: grãos (como feijão e lentilha), carne vermelha e vegetais verde-escuros.

    Fonte: estudo da revista especializada Journal of the International Society of Sports Nutrition.

    Continua após a publicidade
    Publicidade