Como driblar a dor de cabeça e a indisposição durante a dieta

Dietas com restrição de carboidrato costumam dar resultado rápido, mas trazem efeitos colaterais. Descubra como amenizá-los

Por Marcia Kedouk - Atualizado em 13 mar 2017, 15h37 - Publicado em 11 mar 2017, 07h07

Um dia sem carboidrato é suave, mas, no segundo, você se sente fraca e, no terceiro, fica dispersa, com o raciocínio lento e a sensação de que a cabeça vai explodir.

Um dos motivos: perda de líquido. Sem a principal fonte de energia, o organismo apela para outro combustível, o glicogênio, um carboidrato armazenado no fígado e nos músculos.

“Para cada grama perdido dessa reserva energética, há uma baixa de 4 gramas de água”, diz o endocrinologista Marcio Mancini, diretor da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

Leia mais: 4 erros e 4 acertos comuns de quem está fazendo dieta

Quanto menos líquido na circulação, menor é o transporte de oxigênio para as células – os neurônios incluídos. Daí a dor de cabeça.

COMO AMENIZAR

Beba mais água. “Em geral, o aumento deve ser de 15%”, diz Vanderli. Se você faz exercício, esse extra precisa ser ainda maior.
Bônus: além de reidratar, a água dá uma força na perda de peso, segundo um estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

Os pesquisadores observaram: beber de um a três copos de água a mais por dia ajuda a controlar os níveis de  colesterol, gordura saturada, glicose e sal.

Mais: sacia e, com isso, você consome até 205 calorias por dia a menos – em uma semana, são 1 435 economizadas.

Continua após a publicidade
Publicidade