Cápsulas para secar a barriga

Se você achar que precisa de uma ajuda extra para ter sucesso no projeto barriga chapada, aposte também em um destes suplementos naturais*.

Por Eliane Contreras - Atualizado em 27 out 2016, 22h30 - Publicado em 1 set 2015, 10h40

Ômega-3

Escolha uma opção que concentra no mínimo 500 mg de EPA e DHA (ácidos-graxos produzidos do ômega-3) em cada cápsula.

Dose: uma cápsula de 1 grama no almoço e no jantar.

Alga marrom

Os florotaninos (substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias) presentes nessa alga não só diminuem a produção de gordura no organismo como também estimulam a queima das já existentes. “Ela ainda reduz a absorção dos carboidratos vindos dos alimentos”, diz o nutricionista Luciano Bruno.

Dose: 200 mg por dia (duas cápsulas juntamente com as grandes refeições).

Laranja-moro

Rico em antocianinas e flavonoides, esse extrato enxuga o tamanho das células de gordura e ainda evita que elas fiquem acumuladas ao redor da cintura (adeus, pochete!). “Há estudos mostrando que laranja-moro elimina até 50% da gordura abdominal em três meses”, afirma o nutricionista.

Continua após a publicidade

Dose: 400 mg por dia (1 cápsula no almoço e outra no jantar.

Gengibre

O extrato padronizado concentra uma dose alta das substâncias termogênicas, antioxidantes e anti-inflamatórias dessa raiz. “É um fitoterápico excelente para controlar a produção excessiva de radicais livres, diminuir processos inflamatórios e estimular a queima de gordura abdominal”, garante Luciano.

Dose: 400 mg por dia (uma cápsula no lanche da manhã e outra no da tarde).

Psyllium

É uma planta (Plantago psyllium) nativa da Índia que, assim como a aveia, vira um gel no intestino. Com isso, ela reduz a absorção de gordura, açúcar e sódio. Pode ser consumida na forma de chá, cápsula ou em pó.

Dose: 1 colher (sobremesa) da folha para o preparo de 1 xícara de chá (beba dez minutos antes do almoço e do jantar), duas cápsulas por dia (almoço e jantar) ou uma colher (sopa) do pó (em sucos, sopas e molhos).

* Encontradas em farmácias de manipulação, essas substâncias devem ser consumidas no mínimo por três meses

Continua após a publicidade
Publicidade