Cuidados com a pele em cada faixa etária

A dermatologista Fernanda Porphirio (@drafeporphirio), da Clínica Vanité (@clinicavanite), explica

Por Larissa Serpa Atualizado em 11 jun 2021, 10h23 - Publicado em 11 jun 2021, 09h00

Você é do time que toma todos os cuidados com a pele ou ainda tem certa preguiça quando se trata de skincare? Dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) mostram que a partir dos 25 anos, o corpo diminui a produção de colágeno, proteína fundamental para a saúde e beleza da cútis. Isso contribui para o aparecimento de rugas e linhas finas, além da flacidez.

Mas quais são os cuidados essenciais que se deve ter em cada idade? A seguir, a dermatologista Fernanda Porphirio (@drafeporphirio), da Clínica Vanité (@clinicavanite), explica. Confira:

Dos 20 aos 30 anos

“Nessa fase, ocorre um aumento de perda de água na pele, alterando o nível de hidratação. Ela começa a perder colágeno e elastina, tornando-se menos firme e resistente. Podem aparecer manchas e as primeiras rugas ​finas”, comenta a dermatologista.

As etapas de limpeza, tonificação, hidratação ​e fotoproteção se tornam ainda mais importantes, e os cuidados devem se estender à área do colo e pescoço.

A partir dos 25 anos, produtos especiais para a área dos olhos e renovadores celulares podem começar a ser usados. O uso diário de um fotoprotetor ​de amplo espectro, que proteja dos raios UVA e UVB ​e da luz visível não pode ser esquecido.

Uma vez por semana, vale investir em esfoliantes e máscaras para uma hidratação mais profunda. Já uma vez ao mês, faça uma limpeza de pele com um profissional qualificado.

Principais categorias de ativos utilizados: continuam os controladores de oleosidade, mas começa a atenção especial aos hidratantes, antioxidantes e renovadores celulares.

Continua após a publicidade

De 30 a 40 anos

A pele ​pode se torna​r mais seca e sensível. Acontece uma perda progressiva da elasticidade, revelando os primeiros sinais da ação da gravidade. Linhas suaves, como as rugas finas, vão se instalando na área dos olhos. Podem aparecer sinais de envelhecimento no rosto ou no corpo em consequência do excesso de exposição ao sol.

Produtos com vitaminas, antioxidantes e ácidos devem ser usados com o objetivo de promover a renovação e a nutrição da pele, aumentando sua firmeza. Você pode lançar mão de procedimentos complementares que estimulem a produção de colágeno, como lasers, ultrassom e bioestimuladores de colágeno, além de preenchimentos (das linhas de expressão)​, peelings químicos e aplicação de toxina botulínica. 

Principais categorias de ativos utilizados: hidratantes, antioxidantes, renovadores celulares, antirrugas e firmadores.

Acima de 40 anos

A pele ​pode se tornar mais fina e sensível. A renovação celular diminui seu ritmo e ocorre uma significativa redução da secreção sebácea. Para as mulheres, as flutuações hormonais da menopausa chegam acompanhadas de uma série de alterações, como desidratação, pigmentação, sensibilidade e redução da elasticidade da pele.

Para a higienização, (leites ou) loções de limpeza são os mais indicados, visto que ​alguns sabonetes podem ressecá-la ainda mais. Hidratantes em cremes ou loções cremosas que formam um filme oclusivo, impedindo a perda da água, são os veículos mais indicados. Deve-se dar preferência às fórmulas que, além de hidratar, tratem as principais necessidades da pele madura.

Para evitar o aparecimento das manchas amarronzadas, filtros solares com FPS igual ou superior a ​50 devem ser aplicados também no dorso das mãos, área muitas vezes esquecida e altamente exposta ao sol por longos períodos.

Principais categorias de ativos utilizados: protetores de barreira com hidratação diferenciada, antioxidantes, renovadores celulares, agentes firmadores, antirrugas e despigmentantes, se necessário.

Continua após a publicidade
Publicidade