Guia de como fazer as unhas em casa

Em conversa com especialistas, separamos dicas e o passo a passo de como cuidar das unhas

Por Amanda Ventorin Atualizado em 22 out 2020, 13h59 - Publicado em 27 out 2020, 09h00

Durante a pandemia, seja por motivos de segurança ou financeiro, muitas mulheres resolveram parar de fazer suas unhas em estúdios ou salões de beleza. Como sabemos que a saúde e estética das mãos muitas vezes podem influenciar na autoestima e no autocuidado de muitas mulheres, conversamos com profissionais para montar um guia sobre como fazer suas unhas em casa.

Antes de mais nada, segundo a dermatologista Juliana Toma, é importante que você tenha seu próprio kit (alicate, esmalte, lixa de acabamento, palito de madeira, polidor, espátula para cutículas) para evitar dermatites e, ainda que eles sejam exclusivamente seus, higienize os acessórios antes de usar, esfregando álcool 70%, que é facilmente encontrado em farmácias — e isso não serve apenas para cuidar de suas unhas em casa, deve-se também levar seu kit para sua manicure, caso a faça em salões de beleza, hein?!

 

Continua após a publicidade

ESCOLHA O FORMATO

Existem vários formatos para lixar unhas, sendo os mais convencionais, como quadrada e oval, até os mais ousados como stiletto (que tem a ponta mais “afiada”) ou bailarina (com um afunilamento nas pontas dos dedos tendo seu final lixado em forma quadrada, lembrando as sapatilhas de ponta). O importante é escolher aquele que não te machuque e que faça você se sentir bem.

Para aquelas que têm a tendência de quebrar ou lascar suas unhas, segundo a manicure Ana Leão, do salão 1838, as pontas ovais duram um pouco mais e quebram menos.

Compre aqui.

O QUE FAZER COM AS CUTÍCULAS?

Antes de mais nada, é importante manter uma rotina de hidratação para suas cutículas e mãos, seja um creme ou uma manteiga, isso irá facilitar a sua remoção, se assim desejar. Deixa as unhas em água quente por 3 minutos antes de cortar delicadamente, para amolecer a pele e facilitar o processo. Não faça uma remoção muito profunda pois cortes mais fundos irão criar entradas para bactérias e fungos.

Mas lembre-se: você não precisa tirar suas cutículas. A Dra. Juliana Torres sugere, inclusive, evitar essa etapa. “Isso pode causar pequenas lesões e rupturas, e risco de infecção no leito das unhas. Em vez de retirar ou empurrar as cutículas, óleos de hidratação podem ser usadas para manter as cutículas e unhas saudáveis e menos propensas a quebrar.”

E caso os dedos ou unhas apresentem qualquer vermelhidão, inchaço, dor ou sangramento após o procedimento, é importante procurar seu médico dermatologista para uma avaliação e tratamento adequado.

 

Continua após a publicidade

Compre aqui.

Compre aqui.

 

Continua após a publicidade

POLIR E LIMPAR ANTES DE ESMALTAR

Polir a unha é um passo importante. O processo cria uma superfície lisa e limpa, deixando a aparência do esmalte mais bonita. E é bem fácil: deslize o polidor em cada unha por apenas alguns segundos, movendo-o para frente e para trás, o que permitirá que ela fique sem ondulações.  Após isso, lave bem as mãos se certificando que que não tenha nenhum resíduo sobre elas antes da esmaltação.

Compre aqui.

ESMALTAÇÃO

Escolha aquele tom que combina com seu humor, não se esquecendo da base que ajuda a uniformizar as unhas para prepará-las antes do esmalte e na durabilidade, e se divirta! Para evitar manchas no esmalte, a manicure Ana Leão recomenda colocar uma quantidade razoável no pincel e fazer pinceladas rápidas, com um cuidado redobrado em esmaltes com tons pastéis! Caso não tenha muita experiência, aposte em tons nude, um pretinho básico ou cores cintilantes!

E lembre-se, nem só a cor é importante quando se trata da esmaltação, mas a qualidade do produto também. Evite usar produtos fora da validade ou misturá-los a outros componentes para amolecer o líquido do vidrinho. Venceu? Jogue fora! Um produto de qualidade e não fazer a unhas em lugares onde tenham um grande fluxo de ar ajudam a evitar as bolinhas que ficam sobre o esmalte, comprometendo sua aparência.

Para finalizar, limpe com um algodão embebido em removedor de esmalte, tirando o excesso dos cantinhos. Evite a acetona! Já que a mesma pode ressecar demais e tirar um pouco do brilho natural das unhas. Um produto sem acetona é menos agressivo.

Compre aqui.

Continua após a publicidade
Publicidade