Priscila Conte Vieira: a psicóloga especialista em psicologia positiva é a nova colunista da BOA FORMA Terapia e felicidade, com Priscila Conte Vieira A psicóloga Priscila Conte Vieira (CRP 08/30418), especialista em psicologia positiva, auxilia você a ter uma vida mais leve e mais feliz!

Como ser mais assertivo

Dicas para você conseguir se impor mais

Por Priscila Conte Vieira Atualizado em 4 fev 2022, 10h44 - Publicado em 5 fev 2022, 08h38

Quem aí já quis dizer não, mas não conseguiu? Ou que deixou de fazer algo que queria para agradar o outro? Até mesmo ultrapassou os seus limites pois não deu para se comunicar de forma clara e direta? Quem aí acabou explodindo e sendo mais grosso do que o necessário em uma conversa só porque deixou para falar quando já não aguentava mais? Esses são sinais de que você precisa melhorar sua assertividade. 

Eu diria que é sempre bom aprender a ser mais assertivo, afinal, se podemos melhorar nossa comunicação, nossa autoconfiança, nossos relacionamentos, por que não tentar? 

Mas afinal, o que é essa tal assertividade? Pode ser considerada uma habilidade social de saber afirmar as suas próprias necessidades com clareza, respeito e de acordo com o contexto, levando em conta a expressão dos seus próprios sentimentos, sem ferir o outro.

Vou te dar um exemplo prático: uma pessoa próxima te pede para fazer um favor para ela, mas você está extremamente atarefado e não consegue naquela semana. Há diversas formas de você se comunicar a ela, sem ferir os sentimentos e sem passar por cima das suas próprias demandas. 

Veja algumas maneiras a seguir:

  1. Olha fulano, nessa semana eu não consigo pois estou com diversas tarefas urgentes, poderei te ajudar assim que eu acabar. Pode ser? 
  2. Sinto muito por não poder fazer nada nesse momento, mas quem sabe você pode tentar fazer x coisa ou conversar com x pessoa.
  3. Entendo que você tenha que resolver isso logo, mas infelizmente eu já estou encarregado de uma outra tarefa no momento, mas pode contar comigo de uma próxima vez. 
  4. Agradeço por confiar em mim para te auxiliar, mas neste momento não vou conseguir, sinto muito!

Imagina só se você largasse tudo no momento para agradar o outro. Como se sentiria depois? Suas próprias tarefas ficariam prejudicadas? Você ficaria sobrecarregado? É importante pensar em tudo isso antes de aceitar fazer coisas por aí. 

E olha, eu sei que pode bater o medo de não agradar ou até mesmo a sensação de impotência em não ajudar, mas fica tranquilo! Quando você consegue expressar suas necessidades com clareza e respeito, a outra pessoa vai aprendendo também a respeitar as suas demandas!

Continua após a publicidade

Afinal, quando nós mesmos não conseguimos ser claros o bastante, não podemos pedir que o outro leia nossos pensamentos! E, por vezes, as pessoas podem acabar se aproveitando das situações pois sabem que você sempre é muito solícito. 

Isso também está correlacionado a saber pedir ajuda quando necessário, afinal, você também não precisa resolver tudo sozinho! É até bom mostrar para os outros quando você está aberto a receber o apoio deles!! Isso é compreender os seus próprios limites e, por tanto, uma forma de autocuidado e amor próprio, gerando ainda mais autoconfiança quando implementado na rotina de forma coesa! 

Se eu puder indicar para vocês um livro fantástico que auxilia muito em compreender nossas necessidades e em saber a forma mais assertiva de comunicar isso aos outros, é

o “Comunicação não violenta” de Marshall Bertram Rosenberg, que já se tornou até mesmo um método de comunicação assertiva, a CNV. O livro é muito prático e traz diversos exemplos para maior compreensão!

Espero que juntos possamos treinar cada vez mais a nossa comunicação para de fato nos respeitar e respeitar os outros e poder ter bons relacionamentos! 

________________________________________________________________________

Oi, eu me chamo Priscila Conte Vieira, mas pode me chamar de Pri! Sou psicóloga, palestrante e mentora. Atuo na psicologia clínica, sou especialista em Psicologia Positiva, pós graduanda em Terapia Cognitivo Comportamental, master em autoconhecimento, coach de vida, practitioner em PNL e também criadora do Podcast Respira, não pira (que tal dar uma conferida lá no Spotify?!)

Estarei por aqui todas as semanas, abordando temas da Psicologia Positiva, felicidade, bem-estar e os auxiliando a serem as suas melhores versões, por meio do autoconhecimento e florescimento. Para saber mais sobre mim e me acompanhar no dia a dia, é só me seguir no Instagram! Estou por lá como @psi.priscilaconte Te vejo no próximo Sábado! Até mais <3 

Continua após a publicidade

Publicidade