Benefícios da carne de porco e como consumi-la na dieta

Essa proteína é fonte de magnésio, potássio e zinco, além de vitamina B1

Por Manuela Biz e Eliane Contreras - Atualizado em 9 jan 2018, 18h13 - Publicado em 24 dez 2017, 11h05

Se você foge da carne de porco por causa do excesso de gordura, vai gostar de saber: “Dependendo do corte, ela é até mais magra que a bovina”, explica a nutricionista Julia Vasconcellos, da Care Club, em São Paulo. Uma fatia de picanha com 100 gramas oferece 250 calorias – mais do que uma fatia de lombo com o mesmo peso e 210 calorias.

Leia mais: Seu peso influencia a vontade de comer junkie food, diz estudo

Outra vantagem: é fonte de magnésio, potássio e zinco, além de proteína e tiamina (vitamina B1). Mas, apesar de técnicas modernas terem deixado a carne suína mais light, não abuse. “Assim como a bovina, a de porco deve ser consumida no máximo três vezes por semana.” Além disso, tire a capa de gordura do pernil e modere no bacon.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=FjqwuRfX5nU%5D

Continua após a publicidade
Publicidade