5 dicas para ativar a sexualidade quando você está na seca

A vida sexual anda em baixa por aí? Calma, é possível manter a sua sexualidade viva - e prazerosa! - com esse passo a passo

Por Marcela De Mingo Atualizado em 27 jun 2022, 09h25 - Publicado em 28 jun 2022, 08h00

Estar solteira pode ser um exercício de autoconhecimento essencial para qualquer mulher, mas também pode se tornar um verdadeiro tormento: principalmente se você passa um tempo sem sexo. 

Curiosamente, a sexualidade não depende do ato em si para existir, e você pode reativar a sua mesmo se estiver passando por um período de seca – afinal, o boom do mercado de sex shops é a prova de que é possível, sim, sentir muito prazer sozinha. 

COMO ATIVAR A SUA SEXUALIDADE? 

Para responder essa pergunta, conversamos com a psicóloga especialista em sexualidade Ana Luiza Costa, que também é colaboradora da plataforma Sexo Se Dúvidas. 

1

Entenda o que desconecta você da sexualidade

Sim, parece contraditório, mas para reativar a sexualidade é importante saber o que gerou a sua baixa. “Essa leitura se faz caso a caso. Mas a falta de autoconhecimento é um dos principais motivos da desconexão”, explica a profissional. 

Por exemplo, não conhecer as suas crenças limitantes, as travas impostas sobre sexualidade ao longo da história, os preconceitos incutidos com o passar do tempo, até mesmo experiências de abuso sexual, repressões e agressões podem ser fortes agentes de desconexão com a sexualidade. Ou seja, é possível que a falta de libido – e até de parceiros – tenha uma motivação mais profunda do que você imagina. 

2

Procure ajuda profissional

Outro ponto importante: se a sua dificuldade e desconexão com a sexualidade têm uma motivação mais profunda, é essencial buscar ajuda através da psicoterapia com ênfase na sexualidade. Trabalhar essas questões com ajuda profissional é, com certeza, uma garantia de encontros sexuais mais prazerosos no futuro e da presença na sexualidade no seu dia a dia.    

Continua após a publicidade

3

Toque-se

Agora que lidamos com as questões mentais, hora de trazer a sexualidade para o físico. O primeiro passo, segundo Ana, para reativar a sexualidade é tocar-se! Tocar o próprio corpo, masturbar-se, entender os seus próprios pontos erógenos é importante para manter a libido em alta e, claro, melhorar a vida sexual a dois no futuro. 

Vale, até mesmo, olhar-se demoradamente no espelho e criar intimidade com o próprio corpo, encontrando o que faz você se sentir bonita e sexy. E quaisquer travas que você encontre nesse caminho podem ser levadas para a terapia. 

4

Entregue-se às próprias sensações

“O exercício da sexualidade diz respeito, antes de tudo, a uma experiência individual de entrega às próprias sensações, intimidade com seu próprio corpo e com o prazer que você pode se proporcionar”, explica a psicóloga. 

Para ensinar ao outro como tocar e fazer você sentir prazer, é preciso saber como fazer isso sozinha. “Vamos deixar simples: é como ensinar alguém a fazer um bolo que você nunca fez. Para ensinar, você precisa ter feito alguma vez”, completa.

5

Aproveite o boost de energia

Passar por esse processo tem muitas vantagens. Como explica a profissional, sexualidade é muito mais do que sexo: tem a ver com energia vital. “É sobre ter tesão em ser você, em estar vivo, em ‘gozar’ das experiências da vida, muito além do ato sexual”, diz. Ou seja, quanto mais você curtir a própria companhia, aprender a sentir e nutrir a própria sexualidade, mais cheios de prazer vão ser os seus dias (e não estamos falando só de orgasmos!). E, sim, isso independe de você estar solteira ou não. 

Continua após a publicidade

Publicidade