Posso usar alinhador invisível? Veja os casos que são resolvidos com ele

Ortodontista explica os benefícios do tratamento, que é mais discreto e confortável

Por Gabriela Cardoso Atualizado em 26 jul 2022, 15h47 - Publicado em 26 jul 2022, 15h38
alinhadores invisiveis
SouSmile/Divulgação

Seu sorriso te incomoda, mas você não quer usar aparelho fixo? De fato, nem todo mundo quer se submeter ao tratamento ortodôntico convencional, com bráquetes metálicos e inúmeras consultas de manutenção — sem falar na falta de previsibilidade, para saber quando o uso do aparelho vai terminar.

Mas temos uma boa notícia: de acordo com a SouSmile, 90% dos casos de má oclusão nos dentes são resolvidos com o aparelho invisível.

POR QUE USAR UM APARELHO INVISÍVEL?

Além de ser mais discreto, como já mencionado, é possível, antes mesmo de começar o tratamento, já prever qual (e quando) será o resultado final do tratamento. “É utilizado um software que calcula como será o movimento de cada dente durante as etapas do tratamento. Dessa forma, conseguimos antever quanto tempo será necessário para o cliente atingir o objetivo”, explica Natália Lombardo, co-fundadora, ortodontista e diretora de planejamento ortodôntico digital da SouSmile. 

Outra vantagem é que ele não fica fixo, sendo possível remover para fazer as refeições, o que facilita muito a higienização.

POSSO USAR UM APARELHO INVISÍVEL?

Se você tem um dos casos abaixo, pode comemorar:

  • Dentes encavalados

Ilustração de apinhamento

O apinhamento, também conhecido como dentes encavalados, acontece quando não há espaço suficiente na arcada dentária e os dentes acabam ficando tortos ou mal posicionados. “O aparelho invisível é indicado para casos de apinhamento leves, moderados e severos”, diz Natália.

  • Espaço entre os dentes

Ilustração de diastema

Diastema é o espaço que fica entre os dentes, causado por desalinhamento ou pela perda de um ou mais dentes. O aparelho invisível da SouSmile corrige esses casos de grau leves a moderados.

Continua após a publicidade

  • Mordida profunda 

Ilustração de sobremordida

Também conhecido como sobremordida, o caso ocorre quando os dentes de cima cobrem totalmente os  de baixo, na posição de mordida. “Se a mordida for muito profunda, ela pode causar desgaste nos dentes e problemas na articulação do maxilar. O aparelho invisível também é indicado para casos leves e moderados de sobremordida”, explica a especialista.

  • Mordida cruzada

Ilustração de mordida cruzada

Este caso ocorre quando alguns dentes superiores estão encaixados para dentro dos inferiores, causando um cruzamento na mordida. Natália relata que se for muito severa, a mordida cruzada pode causar desgaste nos dentes e na gengiva, levando à perda óssea e doenças periodontais. 

  • Mordida aberta

Ilustração de mordida aberta

Essa má oclusão se refere a quando os dentes não se tocam na frente, em posição de mordida. “A mordida aberta pode causar problemas de mastigação de certos alimentos e da fala, por conta da posição da língua”, informa a co-fundadora da startup. 

  • Overjet

Ilustração de overjet

Este caso acontece quando em posição de mordida, os dentes superiores ficam projetados em relação aos inferiores, dando a impressão do queixo estar para dentro. “O overjet pode impedir o fechamento dos lábios e causar dores nas articulações da mandíbula”, diz a ortodontista. 

alinhador invisivel
SouSmile/Divulgação

MORDIDA “CORRETA” E AUTOESTIMA

“Tratar as má oclusões nos dentes é importante não só para evitar dores e outros problemas na saúde bucal, mas também para nos ajudar a ter mais confiança. Recentemente realizamos uma pesquisa com mais de 600 pacientes que mostrou que 66% dos entrevistados perceberam  uma melhora na autoconfiança logo depois do início do tratamento”, esclarece  Natália.

Outro impacto positivo relatado por 87% dos usuários é a melhora da higiene bucal. Natália justifica que isso ocorre porque os pacientes precisam escovar os dentes e passar fio dental com mais frequência para utilizar o alinhador sempre com a boca limpa.

Continua após a publicidade

Publicidade