O reforço contra o herpes

Com certeza você conhece alguém que sofre com essas feridinhas (geralmente localizadas nos lábios)

Por Daniela Bernardi Atualizado em 28 out 2016, 09h40 - Publicado em 12 dez 2015, 08h00

Quase 90% da população carrega o vírus do herpes simples tipo 1 (HSV-1), sabia? “Recentemente, foi descoberto que ele pode ser transmitido mesmo quando não há lesões”, diz o dermatologista Walmar Roncalli de Oliveira, do Hospital das Clínicas de São Paulo. Stress, sol e TPM são alguns dos fatores que desencadeiam os sintomas, considerados um incômodo médio ou muito alto por 78% dos pacientes, segundo uma pesquisa do laboratório Aché. Mais de um terço dos entrevistados disseram ter pelo menos duas crises por ano.

Boa notícia, se você está entre eles: acaba de ser liberado no Brasil um suplemento à base de lisina, aminoácido que inibe a replicação do vírus. Diferentemente dos remédios que atuam apenas na ferida, as cápsulas (são três por dia) agem antes do surgimento dela, diminuindo a frequência e intensidade. Converse com o seu médico sobre essa opção.

Publicidade